Uma Cápsula de Campismo de Luxo

O projeto tem como inspiração o THE NEW MINI COUNTRYMAN

Um Apara-Lápis Inesperado..

Chama-se "Høvel" foi desenhado pelo estúdio Brahman Design e inspira-se em ferramentas tradicionais de madeira

Em Contagem decrescente Para o Inverno

Porquê? Porque estamos ansiosos pela 7ª Temporada da Guerra dos Tronos

Escola Secundária Luís de Freitas Branco Renovada

Missão quase impossível mas largamente superada pelo Atelier de Santos

Amantes da Converse Estejam Atentos

Está prestes a sair uma irresistível coleção que presta tributo à Colette

A SPECIAL THING CALLED SUPERGUFRAM


Design peculiar e divertido, extravagante e completamente fora do comum? É isso mesmo que hoje lhe trazemos para terminar o dia. Um saco de boxe de tijolo e uma mesa coberta de fumo são apenas algumas das peças de edição limitada projetadas pelo Studio Job para a nova gama da Gufram destinada aos mais exigentes.



A Gufram Supergufram, que se concentra unicamente em peças colecionáveis, possui seis peças projetadas pelo Studio Job, cada uma das quais está disponível numa parcela limitada de sete. Os fundadores do Studio Job, Job Smeets e Nynke Tynagel, tornaram-se conhecidos pela sua abordagem e pela sua mesa de café que simbolizava sua separação como colisão frontal entre dois comboios a vapor. Uma versão desta mesa foi criada para a Gufram, denominada mesa de café Steam, que possui uma base dourada em forma de pote que suporta uma mesa que aparece como uma nuvem ondulante de fumo.



O armário da Lua é uma extensão de uma peça que o Studio Job projetou pela primeira vez para o Gufram em 2013 e apresenta uma lua colocada entre as duas portas. Um saco de box chamado "Punch My Wall" parece ter sido construído a partir de pilhas de tijolos vermelhos, enquanto o divisor do quarto Fence foi texturizado e colorido para dar aparência de madeira.



Finalmente, a dupla de design reinterpretou o icónico Cactus de Gufram, originalmente projetado em 1972 por Guido Drocco e Franco Mello, dando-lhe um pote de ouro e uma tonalidade verde-clara. A chegada da nova série de edição limitada de Gufram já faz correr tinta e a sua popularidade continua a aumentar.

UM DIFUSOR DE BELEZA FEITO COM RUBI


O sonho de todas as mulheres é que a sua pele esteja sempre com um aspecto saudável, que irradia saúde e frescura. Agora isso é possível com o novo Diffuseur de Beauté da Galénic. Com uma elevada taxa de hidratação, este creme é uma autentica jóia, essencial para o dia a dia de todas as mulheres.


Com genuínos fragmentos de rubis com belas nuances de rosa framboesa, a textura do gel creme revela a sensação de um véu com uma suavidade fresca.  Além disso, esse icónico tratamento, nos leva para uma nuvem frutada, vitaminada e energizante de bergamota, mandarina e limão misturada com notas florais de almíscar branco e jasmin.


No momento da aplicação, as micropartículas do rubi partem-se gentilmente quando entram em contacto com a pele. Elas são distribuídas de forma homogénea graças a precisa seleção de emolientes oleosos e duma goma blur que são agentes de difusão ultra-escorregadios. Instantaneamente, a pele ganha um brilho rosado natural e um véu suave que melhora a textura e a qualidade da pele para difundir e revelar a luz natural.


Mas é ao longo do dia que a diferença será notória, com a seleção das vitaminas e dos agentes hidratantes preenche a pele de ativos intensificadores de luminosidade e protetores. Ao longo do dia, a pele está hidratada e com uma perfeita difusão da luz.

Os resultados prometem uma pele mais hidrata, mais lisa e mais luminosa em apenas 3 semanas. Atreve-se a experimentar?

DO NOT DISTURB


A Apple vai ajudar motoristas distraídos com um novo recurso que bloqueará automaticamente as notificações de iPhone recebidas enquanto conduzem. A função "Do Not Disturb While Driving" faz parte do sistema operacional iOS 11, e os utilizadores podem optar por ativar o recurso, o que reterá automaticamente alertas e notificações quando o telefone detectar que está num veículo em movimento.


Embora seja ilegal usar o telemóvel durante a condução, as estatísticas mostram que um número crescente de utilizadores admite que não deixa de fazer uso do aparelho. Este recurso pode ser popular entre os condutores que querem ajuda para bloquear estas distracções. Além de bloquear notificações, oferece aos utilizadores a opção de enviar uma resposta automática aos seus contatos marcados como "favoritos" para explicar um potencial atraso na resposta à sua tentativa de contacto.



Esta função usa uma ligação ao carro por Bluetooth para saber quando o dispositivo está em um veículo em movimento. Uma opção que muitos vão experimentar numa fase inicial, quanto mais não seja para testar a exactidão da mesma, e que esperamos que seja mais do que uma utilização experimental. 

MUSEU DE ARTES DE NANTES


Um importante museu de artes plásticas em França reabriu suas portas ao público. Falamos do renovado Musée D'Arts de Nantes, que após sofrer uma transformação pelas mãos do estúdio de arquitectura londrino Stanton Williams, se mostra ao mundo após 6 anos de estar fechado. O novo Musée D'Arts de Nantes incorpora vários edifícios de extensão ao lado do palácio original do século XIX e da capela oratória do século XVII. Os 4.000 metros quadrados adicionais de espaço de galeria permitem ao museu exibir mais da sua coleção de arte contemporânea.



Ao desenvolver o projeto, a Stanton Williams procurou introduzir uma camada contemporânea aos monumentos históricos existentes no local. Estabelecendo um ambiente democrático e acolhedor, o Musée D'Arts de Nantes inclui agora um auditório, uma biblioteca, novas instalações educacionais, um arquivo e um espaço de escultura externo. Enquanto isso, o novo design paisagístico faz a ligação entre o museu e o local adjacente de oratório e jardins botânicos.



Uma nova extensão, denominada "Cubo", está ligada ao palais com uma galeria espaçosa. Quatro andares de espaço de exposição estão ligados por grandes espaços abertos que permitem que a luz natural entre no edifício. No lado sul da extensão, uma escada feita de mármore e vidro laminado translúcido fornece um contraponto visual para a escada já existente do palácio.



Uma paleta consistente de materiais foi aplicada, uma opção que ajuda a criar a impressão de que o museu é um volume monolítico esculpido num único bloco de pedra. Como parte do programa inaugural da exposição do museu, a Stanton Williams também organizou uma exposição que detalha os processos envolvidos na elaboração do projeto.

O musée d'arts de nantes abriu ao público em 23 de junho de 2017.



Imagens de Hufton+Crow e Stefano Graziani.

UNS EM CIMA DOS OUTROS


Pedra sobre pedra, bloco sobre bloco, assim se assumem as novas construções. Habitações que ganham vida e dinâmica com sobreposições de volumes e de estruturas, espaços que ganham alma. Hoje, é um desses projetos que lhe trazemos: os arquitetos OFIS completaram um projeto residencial dentro do centro da cidade de Ljubljana, na Eslovênia, composto por três volumes cúbicos que foram empilhados e integrados a uma casa que já existia no local. O contraste entre antigo e novo é evidente e bem recebido, e a casa original especial, por ter sido projetada pelo arquiteto Emil Navinsek na década de 1930.



Três blocos justapostos uns aos outros, foi assim que a OFIS integrou os volumes rectangulares com a estrutura antiga para criar diferentes interseções entre os espaços antigos e novos. Esta composição de turnos de 90 graus, por sua vez, criou saliências e terraços. Os painéis de madeira de abeto escuro abotoaram o envelope e a estrutura é uma combinação de uma base de cimento, armações de metal e subestruturas de madeira.



O uso da madeira é continuado dentro da extensão, onde o revestimento da parede de madeira se integra às mesas, paredes e armários. O piso térreo é usado como uma área de estar, o primeiro andar atua como os quartos das crianças e quarto de hóspedes, o piso superior apresenta o quarto principal e área de estar e, no coração da casa, uma interseção fica como a ligação do antigo e do novo, onde uma escada é anexada a um muro de cimento vertical principal.



Influenciado pela abordagem de Adolf Loos, onde os interiores formam picos elevados, nichos, roupeiros, pequenas áreas de estar, isso foi aplicado à casa , de modo a que o layout se transforme parcialmente em espaços menores, criando áreas de estar privadas em cada andar.

SOB 10.000 BORBOLETAS E PÓS MÁGICOS


Há um misto de mistério, magia e medieval neste bar que hoje lhe apresentamos. Já pensou que enquanto relaxa e aprecia uma bebida podem estar 10.000 borboletas a flutuar em cima de si? E se a acompanhar estes pequenos seres, pequenos potes de pózinhos mágicos lhe prometessem um mundo mágico? E se em seu redor, ainda sentisse as vibrações do bater de ferro dos homens que ali antes, em tempos distantes, trabalharam naquela velha oficina de ferreiro? Parece-lhe que não estamos a dizer coisa com coisa? Então continue a ler.



"The iron fairies", assim se chama este bar com interiores misteriosos que evocam cenas de um livro de conto de fadas ou do senhor dos anéis. Com três locais: Bangkok, Hong Kong e Tokyo, este espaço subterrâneo é uma reminiscência de uma oficina de ferreiro, que pelas mãos da designer Ashley Sutton e refletindo a materialidade de ferro, madeira e couro e as curiosas decorações em todo o interior eclético, é agora um espaço a visitar, para ver para crer.



Um elemento distintivo do "The Iron Fairies" é o teto envolto com 10.000 borboletas preservadas que estão suspensas na sala principal desta "oficina" repleta de assentos baixos e mesas circulares. As pequenas salas ramificam-se para os "fornos" e "salas de casting", que foram projetados individualmente, oferecendo espaços privados para grupos menores. O elemento de encantamento é destilado em cada detalhe do interior, com o próprio conceito derivado dos tempos em que Sutton trabalhou nas minas de minério de ferro subterrâneo no oeste da Austrália.



A decoração segue uma fantasia do imaginário, onde mineiros tropeçam com espíritos, misturando madeira grosseiramente esculpida, engrenagens oxidadas maciças, tubagens raquíticas e paredes alinhadas com frascos de poeira das fadas. Achou mesmo que estávamos a divagar e a criar nós mesmos uma poção mágica?

COCKTAILS DE VERÃO BY TANQUERAY


E porque hoje é sexta-feira e o fim de semana está mesmo quase a chegar, trazemos-lhe duas sugestões para brilhar hoje ao final do dia quando receber os amigos em casa, ou quando simplesmente quiser refrescar o seu final de dia com o cocktail ideal.

Um gin aperfeiçoado para criar o melhor martini, o Tanqueray No.TEN usa frutas cítricas frescas inteiras no processo de destilação. A um sabor fresco e sofisticado, juntamos as divertidas ilustrações da Violeta Cor e Rosa e claro, as receitas para um cocktail feliz!


Grapefruit Fizz  
  • 27 cl de gin Tanqueray N.º TEN
  • 9 cl de aperitivo Aperol
  • 24 cl de sumo de toranja
  • 96 cl de água tónica
  • 1 toranja 
Preparação: Misturar todos os ingredientes num jarro cheio de gelo. Cortar a toranja às rodelas, adicionar metade no jarro e misturar tudo. Servir em copos de vinho com gelo e decorar cada copo com meia rodela de toranja. 
 
 
 
Frangance Martini 
  
  • 5 cl de gin Tanqueray N.º TEN
  • 2,5 cl de sumo de bergamota
  • 1,5 cl de licor Grand Marnier
  • 0,5 cl açúcar de baunilha
  • 2 gotas de bíter de laranja 
Preparação: Colocar todos os ingredientes num copo misturador e agitar. Servir num copo estilo coupette. Decorar com uma pétola de rosa, grânulos de açúcar e spray de essência de bergamota. 
 
 
Agora é só desfrutar e... bom fim de semana! 

O VERÃO DE FABIANA BAUMANN


No verão de 2016, em jeito de debutante nestas paragens, Fabiana Baumann apresentou a sua primeira coleção de swimwear, um verdadeiro êxito, repleta de sofisticação, diversão e muito, mas muito feminina. Destemida, Fabiana, uma comunicadora de formação, sempre apostou em padrões criados por si, e nesse verão, Peniche foi a sua fonte de inspiração. Um ano passou, e algo mudou!



A segunda coleção de swimwear de Fabiana já está disponível, mas desta vez, a viagem fez-se de Peniche à Austrália, local onde a criadora decidiu fazer um retiro artístico e onde encontrou os valores que queria ver transcritos na sua marca. Noir x Aquarelle é uma coleção que reflete consciência ambiental e autenticidade.



Mantêm-se o lado feminino, a sensualidade, o lado provocador e divertido, mas para que tal exista, podemos continuar a pensar em novas técnicas, novos tecidos, novas costumizações e essencialmente, na forma como estas se podem e devem traduzir num consumo responsável. Poliester reciclado e com ECONYL® são os materiais presentes nas coleções Aquarelle e Noir, onde desenhos a aquarela foram passados para directamente para tecido (à excepção da coleção Noir, na qual todos os modelos são em preto).


Mais um ano que promete ser brilhante para Fabiana Baumann e claro, para todas as mulheres tão destemidas quanto ela, que para estarem incríveis na praia, não deixam de ter o ambiente em mente!