VIAGEM DE VERÃO 2018 EM DIRETO | VOLTA AO MUNDO - DIA 11 (V2.0)


10:30 E ATERRÁMOS NO HAWAI ... E NO PASSADO!

Esta é a segunda versão do dia 8 de Agosto de 2018 ... pois para nós, por ironias de uma Viagem de Verão em Direto, com o programa de Volta ao Mundo, vivemos duas vezes o mesmo dia.

Assim a nossa segunda versão deste infindável dia começa com a nossa chegada a Honolulu e com a entrada no último dos continentes visitados na nossa Volta ao Mundo: a América. Como todos sabem, com todas as formalidades de entrada neste país, sair do aeroporto torna-se uma missão mais complexa do que na maior parte dos países ... e assim o nosso reinício do dia é passado em filas para passar o controlo de passaportes, uma recolha de malas e uma passagem de segurança, e uma nova entrega de malas logo a seguir. Mais um controlo de segurança e só depois seguimos para a Rent a Car para lvantar os carros e explorar a ilha.

É uma manhã um pouco ingrata, mas é necessária para podermos fazer a entrada no último país e no último continente desta nossa Volta ao Mundo.



13:00 A ILHA TROPICAL

Estamos definitivamente no Hawai, com tudo o que isso dá direito.

Esta é uma ilha trpical, que faz parte dos estados unidos, portanto a combinação entre vegetação luxuriante e auto-estradas cheias de carros, é uma inevitabilidade. Mas o resultado final continua espetacular, pois adicionalmente esta é uma ilha cheia de montanhas, com picos verdes e cristas de cume absolutamente selvagens e ainda por ocupar.

Mas se estamos numa ilha tropical, então estamos também a falar de tufões. Assim sabemos também que está a chegar ao arquipélago um tufão, que não tem uma categoria muito elevada, mas vai trazer ventos e chuva forte. Chama-se Hector.

Assim a primeira característica que nos assalta os olhos é de facto a ilha verdejante, mas em contraste não temos o céu azul, mas sim um céu absolutamente cinza e muito vento ... o que ajuda com o calor tropical que se faz sentir, pois com o vento toda a sensação de temperatura baixa.





14:30 ALMOÇAR NA CABANA JUNTO À PRAIA

O nosso primeiro destino de hoje é a praia de Kailua (considerada uma das mais bonitas de toda a ilha) e assim que chegamos, porque a fome já aperta, rumamos ao Buzz's.

Este é um restaurante localizado mesmo junto à entrada principal da praia de Kailua, numa antiga casa de madeira, bem ao estilo das casas tradicionais da ilha (com telhado de colmo e tudo) e que, segundo nos disseram amigos que já cá estiveram, tem a melhor comida de praia da zona.

Ora com uma recomendação destas, sentamo-nos a uma mesa e pedimos ... e confirma-se: a frescura dos ingredientes, a mestria de quem os confecciona e as receitas (desde o tradicional Poke, até a uma Crab Salad, passando por um Burrito de Peixe) são todas maravilhosas e fazem deste um spot essencial num dia de praia em Kailua.


17:30 A PRAIA COM TEMPO DE FURACÃO

Como dissemos, o furacão Hector estava a aproximar-se da ilha, por isso o tempo de praia não é dos melhores. Não fora estarmos numa ilha tropical e não seria possível o que se seguiu: uma tarde de praia em pleno Hawai.

Apesar do céu totalmente nublado e dos ventos fortes, as horas que se seguiram ao almoço foram passados na praia em frente ao Buzz's. Com o azul do mar a chegar ao tom de azul marinho (o que nos deixa imaginar o que seria com um sol radioso ... adivinhamos que absolutamente deslumbrante), a temperatura da água fresca o suficiente para refrescar, mas quente o suficiente para entrarmos sem reservas, uma areia branca e fina a ser suporte de palmeiras altas (e agitadas por causa do vento) e uma calma digna de uma praia em dia nublado são o cenário das próximas horas desta nossa volta ao mundo.

Apesar do vento ainda alguns de nós dormimos uma rápida sesta ... outros preferem aproveitar o mar paradisíaco que se nos apresenta diante dos olhos. Enfim temos uma tarde de praia típica!





18:00 A MÍTICA WAIKIKI

Depois de sairmos de Kailua, apanhamos novamente os carros e rumamos ao nosso próximo destino: Honolulu e a praia de Waikiki.

Nesta praia nasceu um dos desportos de praia mais populares do mundo: o Surf, mas hoje em dia Waikiki é uma zona balnear em que quase não existe praia com areia e mar. Tudo está ocupado por um centro urbano de hotéis de luxo, lojas de luxo, uns passeios incríveis para passear e muita gente passeando de um lado para o outro. Quem pense que vai encontrar um clima descontraído e calmo em Waikiki, engana-se, pois esta é hoje em dia uma estância de luxo, com tudo o que se tem direito ... dos preços às mordomias!

No entanto no meio de tanta agitação, ainda se vêem algumas pessoas a circularem com pranchas na mão, principalmente long boards e principalmente junto ao ponto mais fotografado de Waikiki: a estátua de Duke Kahanamoku, fundador do Surf moderno.

Aqui passeámos um pouco ... e seguimos para o nosso próximo ponto do programa: o Sunset em Waikiki.



20:00 O SUNSET NO SKY BAR

Se há um local que se quer estar na altura do Sunset, quando estamos em Waikiki é no Sky bar ... e assim estivemos nós!

Subimos ao 18º andar do Waikiki Shoping Plaza e encontrámo-nos num bar com uma vista absolutamente deslumbrante sobre toda a cidade e o mar que se situa mesmo em frente. O local é absolutamente maravilhoso, e os seus cocktails e serviço são irrepreensíveis ... mas o que melhor nos correu neste sunset, é que no exato momento em que o sol se ia põe, o céu cinza que nos acompanhou todo o dia aqui no Hawai, abriu uma clareira e nós pudémos gozar de um sunset digno desse nome!

Brindámos, rimo-nos e voltámos aos carros, pois estava na hora de terminar esta escala de 10h numa ilha tropical e rumarmos a "Main Land" para prosseguirmos com a nossa viagem.

Se a primeira versão do dia 8 de Agosto de 2018 foi passada no inverno, numa cidade surpreendenteente boa, como Auckland, num país de uma natureza absolutamente luxuriante (como a Nova Zelândia), a nossa segunda versão do dia 8 de Agosto de 2018 foi passada no verão, mas igualmente numa cidade surpreendente como Honolulu e Waikiki e também numa ilha de uma natureza luxuriante.

Inverno ou verão, na oceânia ou na América, a versão da natureza é uma constante ... e assim termina esta nossa fase da viagem dedicado a um dos ideais da nossa Volta ao Mundo: a Ecologia e a celebração e proteção da Natureza!

Agora é aeroporto e avião novamente ... porque mais um destino nos espera ...

0 Reality Comments: