A PENSAR NOS CÃES E NOS GATOS

Descubra a nova coleção do IKEA!

LESS BAIXA IS MORE

Conheça o novo espaço do chefe Castro e Silva!

EXPEDIÇÃO AO CORAÇÃO AFRICANO | DIA 02


20h15: Jantar

Depois deste longo dia e chegados a tão merecida hora de jantar. À mesa sentam-se 20 (para quem não se lembre, é bom "redizer" que o nosso grupo é de 20 pessoas, todas da minha familia) e o tema não podia deixar de ser a troca de impressões do dia de hoje, e de expectativas para amanhã.

O jantar mais uma vez não é muito arriscado: um bife grelhado com arroz, mas também com uma especie de bolo de farinha e um salteado de legumes com um toque africano.

Depois de dois dedos de conversa, a aproveitar a bela noite Africana, o recolher é cedo, pois a alvorada amanhã é as 6h00, para um safari que durará mais de 6 horas, e que inclui algumas visitas a tribos locais.


16h30: Safari

Depois de uma pequena sesta e um mergulho na piscina, é hora de aproveitar que se aproxima o pôr do sol e partir para o safari. Este foi um pequeno aquecimento, uma voltinha de apenas 3 horas onde os Impalas foram os claros protagonistas entre girafas, javalis, zebras e bufalos (um dos Big 5).

A magia de África começa a dominar as atenções. A emoção dos animais começam a desafiar os nossos instintos. As sensações estão a tornar-se intensas e harmoniosas com a natureza!


14h30: O Almoço

À medida que nos afastamos da cidade, também a comida deixa de ser a tipica para turistas e comeca a ter um pouco mais do gosto e exotismo Africano. Neste almoco o que fez mais sucesso foram as coloridas sobremesas.


13h30: Chegada ao Lodge

O Sarova Shaba Game Lodge fica mesmo no meio da reserva natural, e a sua aparência não tenta disfarcar isso nem um pouco.

Chegados ao quarto, ou mais precisamente ao bungalow, a vista deste é um grupo de elefrantes a tomar um banho do outro lado do rio. Que mais se pode pedir de um Lodge no meio do Coração Africano?


11h20: Na Infindável Estrada

Esta viagem é longa e a estrada também não ajuda nestas seis horas até ao nosso destino. Mas as paisagens pelo caminho e os pedaços de sabedoria do nosso simpático guia Richard (um queniano de gema - simpático, conhecedor do país, mas habituado a lidar com realidades distintas) ajudam a passar o tempo.

É uma longa estrada ... até ao destino final - o primeiro lodge da viagem.


07h00: Saída do Hotel

Depois de mais um pequeno-almoço com uns "típicos" croissants e um comprimido para a malaria a “acompanhar”, saimos do hotel no centro de Nairobi e agora sim, rumamos às remotas estradas Africanas - rumamos ao verdadeiro Coração Africano.

Passamos dentro de um jipe, todo equipado, por uma cidade pobre, cheia de cor e de cheiros, onde o exotismo se mistura com sensações estranhas de fascinio e de estranheza. Nairobi é uma cidade que nos deixa relativamente perturbados ... não fora passar diante de nós, logo pela manhã ... e separada por um vidro!

EXPEDIÇÃO AO CORAÇÃO AFRICANO | DIA 01


20h00: O final do Dia.

Depois do regresso ao hotel e de aproveitar para dormir mais uma pequena sesta, o jantar é no terraço do hotel. Ainda não dá para ver os famosos Pôr do Sol africanos, pois estamos no meio da cidade ... mas a luz já é algo de especial!

Por hoje ainda ninguém teve coragem de se aventurar numa cozinha tradicional Africana, quem sabe amanhã ...

Agora é dormir que amanhã a hora de acordar é às 5h30 para enveredarmos na nossa primeira incursão pelo continente e pela Natureza Selvagem dentro!


15h30: O Museu Karen Blixen.

A alguns quilómetros de Nairobi podemos também encontrar o Museu Karen Blixen.

A escritora (e de uma forma um pouco embelezada, personagem principal) de uma das histórias de amor épicas do cinema dos nossos tempos - o fabuloso "África Minha”.

O museu é a casa onde a escritora viveu, e onde foi filmado o filme baseado no livro. O ambiente é tudo o que se pode esperar deste local. Romântica, calma, com uma decoração requintada, mas sem dúvida de uma áfrica passada e com um sentido estético épico e icónico.


14h30: Langata Giraffe Center.

Depois de dormir uma longa e reparadora sesta, para recuperar das muitas e longas horas de avião, fomos ver algumas girafas em Langata, uma cidade a cerca de 5 km da capital Nairobi.

Aqui o mais engraçado foi poder dar comida à boca das girafas, e levar algumas lambidelas das suas longas línguas cinzentas. Um animal simpático que proporcionou um momento divertido e bem africano!



08h30: Chegada ao Hotel.

O hotel para hoje é o The Stanley, no centro de Nairobi. Este hotel tem o famoso Thorn Tree Café que tem uma árvore na entrada, onde os turistas deixavam mensagens quando estavam de passagem. Hemingway gostava de se sentar neste café a ver quem passava na rua.

Depois de preencher mais alguns formulários lá fomos tomar um pequeno-almoço, que apesar de estarmos no coração de África se baseou nos tradicionais croissants e cereais. Depois de um conjunto de refeições de aviões, lounges, companhias diversas e bares de aeroporto ... esta primeira refeição quéniana tinha de ser mais segura do que arriscada!


07h00: Chegada ao Aeroporto.

Tendo em conta que estamos num país Africano, o aeroporto de Nairobi até é bastante calmo, e depois de preencher meia dúzia de formulários lá conseguimos o desejado visto.

Claro que num grupo como este (de 20 pessoas) estranho era se não perdessem nenhuma mala. Neste caso foram perdidas seis!

Ainda pensámos levar umas das dezenas de malas abandonadas pelo aeroporto, mas é melhor não arriscar. Assim foi o nosso primeiro contacto com esta Expedição ao Coração Africano!

MTV VMAs 2011 - OS VENCEDORES


Quando já estamos a caminho do Quénia na nossa Expedição ao Coração Africano, deixamos aqui um artigo extra para dar conta dos vencedores da cerimónia grande desta madrugada em Los Angeles: os Video Music Awards 2011.

A cerimónica começou com uma actuação bombástica de uma Lady Gaga vestida de homem em estilo Rockabilly a lembrar um John Travolta (personagem a que chamou John Calderone, e que está nesta foto), mas contemporâneo, que fez um dueto com o mítico guitarrista dos Queen, Brian May.

A partir deste momento um palco com ar de nave espacial retro futurista foi-se adaptando às várias actuações. Destaque para o momento mágico de Adele, o electrizante dueto de Kanye West e Jay-Z, a incrível actiação de Chris Brown, ou para a sentida homenagem à estrela Amy Winehouse que contou com a actuação de Bruno Mars e o testemunho do lendário Tony Bennet.

A vencedora anunciada da noite Katy Perry acabou por repartir a ribalta ao fenómeno Gaga. Com nove nomeações Katy Perry acabou por arrecadar apenas 2 - Melhor Vídeo de Colaboração e Melhor Video do Ano - prémios enquanto que Lady Gaga arrecadou os dois prémios para os quais estava nomeada - Melhor Vídeo Feminino e Melhor Vídeo com Mensagem.

Foi uma noite cheia de estilo, muita música, algumas surpresas e momentos e actuações memoráveis.

Aqui fica a lista dos vencedores e os nossos parabéns a todos!

Vídeo do ano - Katy Perry, "Firework"

Melhor Vídeo de Novo Artista - Tyler, the Creator, "Yonkers"

Melhor Vídeo Pop - Britney Spears, "Till the World Ends"

Melhor Vídeo Rock - Foo Fighters, "Walk"

Melhor Vídeo de Colaboração - Katy Perry featuring Kanye West "E.T."

Melhor Vídeo com Mensagem - Lady Gaga, "Born This Way"

Melhor Vídeo Hip-Hop - Nicki Minaj, "Super Bass"

Melhor Vídeo Feminino - Lady Gaga, "Born This Way"

Melhor Vídeo Masculino - Justin Bieber, "U Smile"

EXPEDIÇÃO AO CORAÇÃO AFRICANO | A VIAGEM


E é finalmente chegada a grande hora de partir. As malas estão feitas e o táxi à espera à porta. E como a grande parte das viagens de qualquer alfacinha esta começa no aeroporto de Lisboa.

Ao chegar ao aeroporto é só procurar os outros 15 companheiros de viagem e ir até ao balcão cujas letras mostram “Destino: Nairobi” para poder embarcar.


Como já era de esperar, Lisboa não tem um voo directo para Nairobi, a capital do Quénia onde vamos aterrar por isso vamos ter que fazer uma “pequena paragem” em Amesterdão, que apesar de nesta vez não dar, no regresso a escala será de 10 horas, o que dará para uma pequena visita.

O voo Lisboa-Amesterdão parte às 15h30, e dura só 3 horas por isso não deve custar muito a passar, principalmente quando a companhia é boa.


Aqui a escala é de apenas 2 horas. Dá o tempo suficiente para um pequeno passeio pelas lojas do aeroporto, comer qualquer coisa e continuar para o próximo terminal, que nos levará finalmente para o destino final: África.

E agora sim vem a parte mais dura da viagem: um voo de 8h30 até Nairobi.

Mas um voo desta duração, com os aviões de hoje em dia já nem custa nada. E é uma óptima oportunidade para ver um filme ou uma séria, ouvir um pouco de música, pôr a leitura em dia e, claro, dar uma última olhadela ao guia para estarmos bem preparados para a viagem.


E temos que aproveitar estas 8h30 para dormir. Por isso depois de ver o tal filme, é só reclinar ligeiramente a cadeira, fechar os olhos, e fazer figas para não ter nenhuma criança a chorar ao nosso lado!

Por enquanto fica aqui esta descrição da viagem. Uma previsão, já que se vamos estar a milhares de pés de altitudes ainda não é possível começar a fazer o directo. Mas amanhã começa realmente o directo desta Expedição ao Coração Africano, com descrições e fotografias de todas as aventuras e magníficos sítios pelos quais vamos passar (a começar pelo certamente caótico aeroporto de Nairobi).

Por isso espero que todos os leitores do …And This is Reality venham viver esta aventura!

CULTURALITIES | MTV VMAs 2011 - OS NOMEADOS


Nesta véspera do início da nossa grande viagem especial de Verão, "Expedição ao Coração Africano", hoje dedicamos a nossa atenção aos prémios grandes do Video Clip Musical - os Video Music Awards.

Esta cerimónia que vai hoje à noite ter lugar no Nokia Theatre em Los Angeles (e que será transmitida em directo pelo famoso canal de televisão) é considerada como os Oscars da Juventude. O prestígio que estes prémios alcançaram desde a sua primeira edição em 1984 torna-os um dos principais prémios da Música Pop e Rock da actualidade.


As surpresas, como em todas as grandes cerimónias deste género, estão bem guardados, mas já se sabem alguns detalhes. O que mais ansiedade e expectativa está a criar é a actuação de vários grandes nomes da musica que vai homenagear a jovem Britney Spears.

Vários grandes nomes da música Pop e Rock actual vão absolutamente marcar presença. Entre os já anunciados estão Bruno Mars (como não podería deixar de ser), Beyoncé (ou não estivesse no topo das tabelas de música em todo o mundo) e a Lady Gaga (sem ela o espectáculo não seria o mesmo!).


Em termos de nomeações, a lista é dominada por uma britânica - Katy Perry. A muito Pop e muito e Popular cantora tem nove nomeações, entre as quais o de Melhor Video do Ano e Melhor Video Pop. Mas nomes como Adele e Bruno Mars também têm sérios candidatos a vários prémios.

Para já deixamos aqui um conjunto de videos de promos da cerimónia desta noite (o último recria uma das cenas mais famosas dos VMAs - o beijo entre Madonna e Britney Spears com Christina Aguillera a ver ... mas com gatos - EXCELENTE), bem como a lista de todos os nomeados de todas as categorias. Até logo à noite (4 da madrugada em Portugal), a ansiedade cresce, os ensaios sucedem-se e os últimos pormenores são tratados para que tudo tenha o glamour, o estilo e o ritmo ... Perfeitos!


Melhor Video do Ano - Adele, "Rolling in the Deep" | Beastie Boys, "Make Some Noise" | Bruno Mars, "Grenade" | Katy Perry, "Firework" | Tyler, the Creator, "Yonkers"

Melhor Video de Novo Artista - Big Sean (featuring Chris Brown), "My Last" | Foster the People, "Pumped Up Kicks" | Kreayshawn, "Gucci Gucci" | Tyler, the Creator, "Yonkers" | Wiz Khalifa, "Black and Yellow"

Melhor Video Pop - Adele, "Rolling in the Deep" | Britney Spears, "Till the World Ends" | Bruno Mars, "Grenade" | Katy Perry, "Last Friday Night (T.G.I.F.)" | Pitbull (featuring Ne-Yo, Afrojack and Nayer), "Give Me Everything"

Melhor Video Rock - Cage the Elephant, "Shake Me Down" | Foo Fighters, "Walk" | Foster the People, "Pumped Up Kicks" | Mumford & Sons, "The Cave" | The Black Keys, "Howlin' For You"

Melhor Video Hip-hop - Chris Brown (featuring Lil Wayne and Busta Rhymes), "Look at Me Now" | Kanye West (featuring Rihanna and Kid Cudi), "All of the Lights" | Lil Wayne (featuring Cory Gunz), "6 Foot, 7 Foot" | Lupe Fiasco, "The Show Goes On" | Nicki Minaj, "Super Bass"

Melhor Video com Mensagem - Eminem (featuring Rihanna), "Love the Way You Lie" | Katy Perry, "Firework" | Lady Gaga, "Born This Way" | Pink, "Fuckin' Perfect"
Rise Against, "Make It Stop (September's Children)"
Taylor Swift, "Mean"

Melhor Video de Colaboração - Chris Brown featuring Lil Wayne e Busta Rhymes "Look At Me Now" | Kanye West featuring Rihanna and Kid Cudi "All Of The Lights" | Katy Perry featuring Kanye West "E.T." | Nicki Minaj "Moment 4 Life" | Pitbull featuring Ne-Yo, Nayer e Afrojack "Give Me Everything"

Melhor Video Feminino - Adele, "Rolling in the Deep" | Beyoncé, "Run the World (Girls)" | Katy Perry, "Firework" | Lady Gaga, "Born This Way" | Nicki Minaj, "Super Bass"

Melhor Video Masculino - Bruno Mars, "Grenade" | Cee Lo Green, "Fuck You" | Eminem (featuring Rihanna), "Love the Way You Lie" | Justin Bieber, "U Smile" | Kanye West (featuring Rihanna and Kid Cudi), "All of the Lights"

EXPEDIÇÃO AO CORAÇÃO AFRICANO | AS MALAS


E mais um fim-de-semana, mais preparativos para a nossa Expedição ao Coração Africano. Desta vez é a hora (se calhar até um pouco em cima da hora) de fazer as malas!

E como o Quénia não é um destino qualquer, a mala que vamos fazer também não o é. Isto porque num país onde estamos quase simultaneamente no Verão e no Inverno, onde o normal para nós é surreal e “em cada esquina” há um mosquito com uma doença diferente, fazer as malas é uma verdadeira ciência!


Mas comecemos pelo princípio: a roupa. Antes de escolher a roupa é obrigatório para qualquer viajante ir ver a meteorologia, e a próxima semana no Quénia irá trazer-nos uns calorosos 28 graus de máxima e uns (bem mais abaixo) 12/13 graus de mínima.

Ora uma amplitude destas implica também uma “amplitude de vestuário” uns belos casacos e camisolas (e até quem sabe um cachecol!) para os safaris ao nascer do sol onde apanharemos os tais “agradáveis” 13 graus, mas também um fato-de-banho para as tardes solarengas.


E é claro que a roupa num sítio destes não depende só da temperatura … se o nosso objectivo não é ser o prato principal de um bando de mosquitos (que felizmente não aparecem quando está sol) é bom que usemos umas calças compridas com uns sapatos fechados e umas camisolas que cubram a maior parte da pele.

E por falar em mosquitos, esta pequena praga também dá direito a alguma atenção na altura de fazer as malas. Isto porque graças a eles é indispensável levar uma embalagem de comprimidos para a malária e um frasco de repelente.


Continuando a nossa mala, vêm alguns bens tão essências como a roupa, como por exemplo uma lanterna. Sim, uma lanterna! É que num Lodge no meio da selva a electricidade é um luxo que não existe no meio da noite.

Se por acaso a meio da noite se quiser ir à casa de banho ou algo assim é bom que a lanterna esteja na mesa-de-cabeceira. E esta não serve só para apontar o caminho… é também para nos certificarmos que não vamos pisar algum bicho estranho assim que pomos os pés no chão, ou se por acaso cair alguma coisa para debaixo da cama “Nunca pôr lá a mão! Ver sempre antes com a lanterna.” Sabe-se lá o que pode estar por lá a habitar …


Como vamos para um safari, e está tudo nas vistas, é também essencial levar uns binóculos. Sejam grandes ou pequenos, comprados nos chineses ou da Samsung, o importante é ter um par e não ser a única pessoa que não consegue ver os elefantes lá do fundo!


A seguir, e porque apesar de andarmos sempre dum lado para o outro nesta expedição há muito tempo livre, é essencial levar um bom livro. Ora e não faria sentido para esta viagem levar outro livro senão o famoso e mítico "África Minha" de Karen Blixen.

E também para passar o tempo, há que levar o iPod carregado de músicas. Quem sabe até uma ou outra que vá condizer com a viagem como o “In the Jungle the Mighty Jungle” dos Beach Boys e claro, toda a banda sonora do Rei Leão!


Depois essencial em qualquer viagem, é o guia do destino. Nada melhor que um American Express (que além de levar para a viagem há que estudar uns dias antes) para compreender de toda outra forma, as coisas que vemos e ser a pessoa do grupo que sabe sempre os “fun facts” todos.

Mas mais importante nesta viagem do que noutra qualquer, é uma boa máquina fotográfica. Com tudo o que vamos ver, desde um aeroporto caótico à chegada até a manadas de elefante e ao mítico pôr-do-sol africano, não levar uma boa máquina era quase um crime.

Só falta embalar o computador para poder ir continuando a contar a nossa viagem, as dezenas de carregadores que qualquer viajante do século XXI precisa e claro, uns aplicadores para as tomadas (não se vá chegar lá e pensar e ficar a olhar para a tomada com 3 buracos).

Agora que as malas já estão feitas estamos prontos para seguir à aventura! Espero que todos os leitores nos sigam nesta Expedição ao Coração Africano que começa já na segunda-feira (com novidades publicadas apenas na 3ª feira, pois a viagem leva mais de 24.00h). Da próxima vez que escrever ... já será em Directo do Coração Africano!

UM CANDEEIRO CHAMADO NATA


O designer português Gonçalo Campos, acaba de revelar a Sua nova criação: um Candeeiro Chamado Nata.

Com uma forma a fazer lembrar uma chávena almoçadeira clássica, e a cor branca como elemento contemporâneao, este novo objecto segue os critérios de qualidade, inovação e surpresa a que este criativo português já nos habituou.

Bom objecto made in e by Portugal a terminar esta semana.

UMA VISITA AO SALÃO DE JOGOS


De certeza que não há ninguém que nunca tenha sonhado, enquanto jogava alegremente num salão de jogos, ter uma máquina destas em casa.

Esta icónica (e com um design incrível) máquina arcade vem com mais de 60 jogos, entre os quais, os inesquecíveis Pac-Man Space Invaders e 1942. Mas é claro que nem todas as características datam dos anos 80! Esta máquina possui uma qualidade de som e imagem que vai levar a experiência de jogar os clássicos a um nível nunca antes imaginado!

Mais uma maneira de despertar o 80's que há em cada um de nós!

UM "TIC TAC" DE AZUL


Ver as horas, principalmente nesta altura de férias, é uma questão de estilo. Especialmente se estivermos a falar de homens cosmopolitas e que gostam de looks arrojados. neste sentido, a Sector criou este modelo de relógio para os amantes de desporto e aventura.

O Oversize Chrono Blue Glass é um elegante relógio de modelo analógico, com caixa em aço, cronógrafo estanque e um exclusivo vidro em azul que o destaca de qualquer outro modelo.

Irreverente mas discreto, este "tic tac" de azul é perfeito para qualquer pulso e uma solução irrestível para o Verão. Tenha o azul do céu no seu pulso e viva com estilo estes dias brilhantes!

"GO FORTH" - O PIONEIRISMO DA LEVI'S


Como parte do lançamento da sua nova plataforma de marketing global "Go Forth", a Levi’s lançou-se às ruas de Berlim!

A Levi’s colaborou com o conhecido artista português Alexandre Farto, mais conhecido como “Vhils”, para homenagear os pioneiros (pioneers) de hoje em dia em Berlim. A instalação consiste em vários murais que retratam as inúmeras personagens que personificam o espírito "Go Forth", com diferentes texturas combinadas numa cuidadosa pintura.

Levi's a mostrar mais uma vez a irreverência e pensamento pioneiro das suas campanhas.

CENTRO NIEMEYER EM ESPANHA - A MAGIA DO GRANDE MESTRE







A poucos dias de começarmos mais uma nossa aventura em directo aqui no nosso e no Vosso blogue, e enquanto a ansiedade aumenta por esta Expedição ao Coração Africano, as nossas novidades de estilo diário continuam e hoje com uma obra do emblemático e mítico arquitecto brasileiro Oscar Niemeyer: o Centro Cultural de Avilés.

Situado em pleno coração da comunidade das Astúrias Espanholas, esta obra do famoso monstro sagrado da arquitectura brasileira é mais um testemunho do papel preponderante que este nome tem na arquitectura mundial do último século.

Com formas puras, cores lisas e depuradas e uma clareza espacial e volumétrica, este centro cultural é uma das mais recentes obras icónicas que o país nosso vizinho tem ganho nos últimos anos.

Genialmente conservador para alguns, inevitavelmente perfeito dizem outros ... o certo é que esta é uma obra de referência pela forma como utiliza a forma curva e explora a continuidade das formas em Betão (técnica tão exemplarmente dominada por Oscar Niemeyer).

Uma excelente obra de Arte para se visitar e fruir!

EXPEDIÇÃO AO CORAÇÃO AFRICANO | O ESTILO DO QUÉNIA - DIA 2


Hoje é o segundo dia em que vos trazemos mais alguns clássicos do estilo do Quénia, e do que nos pode esperar nesta Expedição ao Coração Africano.

E por falar em estilo, não pode haver nada mais definidor de tal como os sítios que frequentamos e o seu glamour e encantos. Por tal, hoje descrevo um pouco dos nossos destinos … mas desta vez não falo dos animais, mas sim dos hotéis e lodges por onde esta viagem nos vai levar!


A primeira noite será no Amboseli Sopa Lodge. A cerca de 250km de Nairobi (a capital, e onde iremos aterrar), “perdido” em terras Masai, este lodge fica nas colinas no sopé do Monte Kilimanjaro.


O lodge é rodeado do mais típico da natureza africana, com uma imensa variedade de plantas e diferentes espécies de pássaros… e claro macacos que se passeiam de árvore em árvore à volta dos visitantes.


E subindo um bocadinho, já em pleno Kilimanjaro, chegaremos ao próximo hotel. A 2 134 metros de altitude encontra-se o Serena Mountain Lodge.

Aqui o entorno é diferente. Trocamos a vegetação densa e característica, por uma localização que prima pela sua paisagem, o seu ar puro típico da altitude elevada e as manadas que se passeiam pelas redondezas.


Mas o mais curioso sobre este lodge é situar-se em cima de água e da sua construção, dar a ilusão de se estar num barco.


Chegando à beira rio encontramos o próximo “porto de abrigo”. Depois de mais um dia de safari e aventuras pela selva a noite de descanso vai ser passada no Samburu Game Lodge. Neste, da janela do quarto, poderemos assistir a algo “tão comum” como crocodilos no rio e alguns elefantes que se passeiam na outra margem.


Os quartos em Samburu são enfeitados com o artesanato local, com objectos como sementes de palmeiras, folhas de árvores do Quénia e pedras de Samburo.


E quando for altura de visitar o célebre lago Nakuro, conhecido pela quantidade imensa de flamingos que o habitam e criam um incomparável cenário cor-de-rosa, o hotel escolhido foi o Lake Nakuro Logde.

Situado no grande Vale do Rift, este lodge deve ser certamente todo um outro mundo para os seus visitantes, que se esquecem de todos os seus problemas com a calma que o rodeia. Seja pelos animais que tranquilamente navegam em volta do lodge, ou a magnífica paisagem envolvente.


Mas claro que nem tudo são luxos, haverá muito pó, estradas com boracos e muita correria de hotel em hotel … esta expedição não dá nem tempo para abrir a mala! Todos os dias dormiremos num hotel diferente, correndo na madrugada seguinte para a próxima aventura, e a próxima experiência incomparável. Mas bem dizem … quem corre por gosto não cansa! E esta correria de hotel em hotel será certamente um prazer.


O próximo fim-de-semana será já para fazer as malas e partir! Até lá ... há sempre mais novidades de estilo diário ... até começarmos esta Expedição ao Coração Africano, que vamos trazer aqui em directo e em exclusivo para os leitores do ... And This is Reality

EXPEDIÇÃO AO CORAÇÃO AFRICANO | O ESTILO DO QUÉNIA - DIA 1


Como já referimmos aqui no …And This is Reality, na semana passada, com uma antevisão da viagem de sonho que inicia, aqui e em directo e em exclusivo, já no próximo dia 28 o destino, de malas e família “às costas”, é o Quénia!

Como é normal em todas as viagens, o bom viajante tem que fazer o seu trabalho de casa e ver um pouco do que o espera e conhecer alguns “fun facts” sobre os sítios que vai conhecer. Por isso hoje e amanhã serão referidos aos leitores do …And This is Reality alguns aspectos relevantes do Estilo do Quénia para ficarem a conhecer um pouco mais deste país no Coração de Africano.


E falando em Quénia, é impossível não fazer uma menção ao livro que levou este filme ao grande ecrã e que construiu a imagem deste país para a maior parte das pessoas: África Minha.

O livro de Karen Blixen foi adaptado para o cinema em 1985 e conta e história de como uma baronesa dinamarquesa, interpretada por uma magistral Meryl Streep, se apaixona por um misterioso caçador, Robert Redford, e claro, por África e pela sua gente.


Vencedor dos Óscars de melhor filme, melhor director, melhor argumento adaptado, melhor fotografia, melhor banda sonora original, melhor direcção de arte e melhor som, o África Minha não podia ser uma melhor maneira de mostrar a beleza deste país e fazer com que todos que o viram deixassem um bocadinho do coração em África.


Mas apesar de este filme ser o mais icónico, não é um único que tem o Quénia como cenário. Também mais recentemente O Fiel Jardineiro escolheu o Quénia para contar a sua história. Este filme conta a história de um activista que tenta descobrir o assassínio da sua mulher, isto com as cidades de Loiyangalini e Naiorobi como cenário.

Também a conhecida Lara Croft “escolheu” o Quénia para vir procurar a caixa de Pandora. O filme Lara Croft: O berço da Vida tem algumas cenas na cidade de Amboseli e no Parque Natural de Hell’s Gate.


Mas é claro que não são os filmes que fazem o país, foi o país que trouxe a estes filmes grande parte do sucesso atingido e isso deve-se à sua beleza e cultura sem igual.

Grande parte da cultura do Quénia deve-se às suas tribos. Actualmente ainda existem dezenas diferentes (cerca de 70), e é a mistura dos costumes e tradições de todas elas que é a base da cultura do Quénia. Entre tribos como os Camba, os Quicuios e os Calenjuns, conta-se a mais conhecida: a tribo Masai.


Os Masai ganharam a atenção internacional não só pela sua dimensão (existem, divididos pelo Quénia e pela Tanzânia, cerca de 842 000 masais, 430 000 a viver no Quénia) mas por viverem perto dos Parques Naturais da zona e, claro, pelas suas características e costumes tão distintos.

Facilmente reconhecidos pelas suas roupas com pelo menos uma peça vermelha, a cor oficial dos Masai, e pelas suas orelhas alargadas pelo uso de discos, esta tribo é indubitavelmente uma “marca registada” desta zona, e uma atracção para todos os fascinados pelas histórias dos costumes e rituais de tribos africanas.


E nesta tribo há uma grande prova de que o estilo está mesmo em todo o lado, apenas assume formas diferentes! Até uma tribo em que a classe social é definida pelo número de vacas que a pessoa possui é possível ver como se dá importância ao estilo em todo o lado! O vestuário Masai é rico em cores e todo o tipo de ornamentos e jóias, sejam estas usadas na roupa, como colares ou pulseiras, ou nas suas alargadas orelhas.

Uma das tribos masai será obviamente uma das paragens nesta expedição ao coração de África!


E por hoje ficam aqui estes pequenos factos. Podem não ser a coisa mais importante que um viajante tem que saber, nem salvação num potencial "confronto" directo com um leão, mas são certamente umas boas curiosidades para partilhar com os companheiros de viagem e enriquecer a experiência da mesma!

Amanhã partilharemos mais uns pormenores mas desta vez sobre os hotéis por onde nos aventuraremos na grande Expedição ao Coração Africano.