ESCAPADELA ATÉ AO MÉDIO TEJO | STAYOVER FÁTIMA TOMAR - DIA 2


Ontem começámos a desvendar um itinerário que nos leva numa breve e rápida escapadela ao território do Médio Tejo, esse território do centro do país que concentra num território bastante pequeno, várias jóias escondidas do nosso país.

No segundo dia acordamos no clássico Hotel dos Templários depois de uma noite descansada e passada num verdadeiro e muito cómodo hotel de quatro estrelas. Assim, é com energias renovadas que o segundo dia desta escapadela até ao Médio Tejo começa. E assim, depois de fazer check out do conhecido hotel tomarense, sugerimos voltar à estrada e rumar até ao primeiro dos destinos deste dia.


A pouco mais de 20 minutos está o nosso destino: o Fluviário da Foz do Zêzere. Este pequeno equipamento é um bom começo para o nosso segundo dia de visitas. Dedicado aos peixes do rio Tejo e Zêzere, este fluviário concentra num conjunto de aquários uma fauna fluvial que poucas vezes se consegue ver.

Se a curiosidade desta visita é grande, menor não é o interesse da cidade de Constância, onde se situa este Fluviário. Assim depois da visita ao templo da fauna do rio, propomos que passeiem junto às margens do Rio Zêzere, e possam apreciar a belíssima paisagem desta cidade e do rio.


Depois de um passeio em Constância, é imprescindível voltar ao carro, e rumar até àquela que é considerada a aldeia ribeirinha mais bela de Portugal: Dornes.

É aqui que propomos que se almoce, nomeadamente (e se conseguirem) um arroz de lagostim do rio, que é uma das especialidades da zona. Estes lagostins, criados na barragem de castelo de bode (cuja albufeira chega à aldeia de Dornes), tornaram-se num dos produtos mais gourmet de toda esta região, tornando-se assim portanto um petisco obrigatório neste almoço em Dornes.


Depois de um bom repasto de cozinha tradicional portuguesa, é altura de explorar a aldeia. Dornes é uma das aldeias mais belas de portugal, pois situa-se uma península rodeada de água da albufeira da barragem de Castelo de Bode.

Desde a sua capela tão românticamente situada no topo da colina, até à sua torre sineira templária, passando pelos centros de desportos fluviais, há um conjunto de passeios e actividades disponíveis que vão de encontro ao gosto de todos. Mais radicais ou mais tranquilas, esta é uma aldeia cheia de alternativas para um início de tarde bem passado.


Mas o final da tarde sugerimos que seja passado noutro dos ex-libris da região: o Museu dos Caminhos de Ferro. Situado em pleno entroncamento, este Museu junta deste o mítico combóio presidencial, até locomotivas e carrugens mais antigas ou mais modernas.

Este é o final da nossa Escapadela até ao Médio Tejo, que aqui partilhamos e que vos fará descobrir monumentos incríveis, locais de uma beleza arrebatadora, equipamentos museológicos muito curiosos e cidades e aldeias únicas e que merecem esta escapadela. Descobrimos isto tudo graças ao Programa Stay Over Fátima Tomar, e ainda bem, porque agora podemos partilhar aqui convosco, estas pérolas do centro do nosso país, tantas vezes esquecidas, e que nesta época de verão, pode ser uma excelente alternativa para quem ainda não está de férias, mas já precisa de uns dias de descanso!

0 Reality Comments: