ROTA DOS MAHARAJAS EM DIRETO | DIA 16


10:00 Acordar no Paraíso de Jodhpur

A noite no RAAS Hotel de Jodhpur foi tranquila e muito relaxante. Mais relaxante ainda foi acordar e ir tomar o pequeno-almoço num dos pavilhões da antiga casa senhorial, em pleno jardim aromático, servido com todo o requinte.

De facto, este RAAS Hotel é um Design Hotel que combina o luxo indiano digno de Maharajas contemporâneos e sofisticados, que respeitam a tradição e a cuktura milenar indiana, mas que também sabem apreciar a modernidade e o conforto contemporâneos.

Um Paraíso chamado RAAS foi o nosso despertar de Maharajas de hoje.


11.00 As Primeiras Impressões da Cidade Azul

Jodhpur, sendo uma cidade importante (tem cerca de 1 milhão da habitantes), para os padrões indianos, não é uma cidade grande.

Conhecida como a cidade azul, esta característica está reservada apenas a um bairro muito pobre, labiríntico e quase impossível de lá ir para os turistas, por causa da sua estrutura urbana verdadeiramente labiríntica.

Assim as nossas primeiras impressões não passaram por um deslumbre com o azul cobalto da cidade, mas antes por uma surpresa da falta de azul nos edifícios por que passámos. Ao longo das ruas, a cidade caótica, parece (e é) simpática para com os visitantes. Assim vamos pelas ruas em direção à primeira visita deste dia!


12.00 O Forte de Mehrangarh

É o grande monumento de Jodhpur o que vai abrir o nosso dia de hoje: o Forte de Mehrangarh.

Vencedor do prémio da UNESCO para o Melhor Monumento Museu classificado como Património Cultural da Humanidade da Ásia em 2013, este forte não só está muito bem conservado e organizado para os visitantes, como essencialmente é o forte mais impressionante de todos os que vimos em toda a Índia.

A sua posição cimeira sobre a cidade de Jodhpur, as suas muralhas de arenito vermelho, impressionantemente altas, e o seu mágico e imponente Palácio Real, fazem desta visita um momento de sonho. Pátios, jardins, muralhas, coleções de liteiras, tronos, jóias e todo um conjunto de aposentos estão visitáveis e muito brm expostos.

Apesar das mutidões de turistas indianos (continuam a ser poucos os turistas ocidentais ... o que faz com que as fotografias pedidas continuem a ser muitas), estas diluem-se bem por toda a imensidão deste recinto museológico.


15.00 O Almoço no Palácio

Quatro horas depois, todas passadas dentro do Forte de Mehrangarh, decidimos dirigir-nos ao Restaurante do Palácio deste forte, para almoçarmos acompanhados pelos imensos retrados de várias gerações de Maharajas.

Servidos com uma correção extrema, deliciados com uma ementa, que vai desde pratos ocidentais, a típicas iguarias indianas e rajastanis, e descansados do abrasador calor que se faz sentir nesta cidade a esta hora, fruimos de um autêntico ambiente de Maharajas modernos.

Se o tempo dos Maharajas ainda existe, este é sem dúvida um dos locais para o experimentar. Todo o entorno, a simpatia do serviço e o requinte do mesmo, bem como a boa cozinha do chef dão-nos razão para esta afirmação.


16:30 O Maior Palácio da Ásia

Saídos do Forte de Mehrangarh, voltamos ao carro, para rumarmos ao maior palácio de Maharaja ainda em funcionamento como tal: o Umaid Bawan.

Sendo um dos símbolos da cidade, este palácio, museu e hotel, é uma estrutura construída cuja escala é esmagadora. Com a sua arquitetura neovitoriana-rajastani, o Umaida Bawan impõe-se na paisagem da cidade. De qualquer ponto da cidade é visível e a sua escala no meio do parque imenso que são os seus jardins, é impressionante.

Mas mais perto ainda torna-se então uma manifestação do poder e da riqueza que os Maharajas atingiram nesta região. O trabalho de pedra das suas fachadas, o trabalho e o luxo dos seus interiores e a coleção de objetos do quotidiano e do mobiliário expostos no museu (a única parte visitável), não deixam dúvida da riqueza desta região e da ua potência cultural e histórica.

É o final monumental perfeito para esta nossa visita a Jodhpur!

18.30 A Visita ao Sargar Bazar

Voltando ao hotel para descansar um pouco, decidimos no final da tarde ir dar uma volta até ao vizinho Sargar Bazar e explorar as centenas de pequenas lojas que oferecem todo o tipo de produtos tradicionais aos milhares de turistas que por aqui vagueiam a esta hora.

O grande calor já passou, a iluminação das lojas torna-as mágicas, e os seus produtos exuberantes, cheios de cor e de brilho e autenticamente exóticos, fazem deste bazar uma aproximação muito fiel da mítica gruta do Ali Baba.

Não conseguimos resistir a tal tentação ... e seguem-se as últimas compras desta viagem. Todos os artigos que fomos vendo ao longo da viagem, mas que pensámos "Deois compramos" ... ou "Agora Não" ... ou "Vou Resistir" ... aqui tornam-se inevitáveis!


21.30 O Jantar dos Maharajas

Foi logo depois de voltamos ao nosso RAAS Jodhpur Design Hotel, e depois de nos vestirmos a rigor, que fomos até ao restaurante Darikhana, localizado no nosso hotel, para termos um jantar digno de Maharajas.

Normalmente fazemos questão de sair do nosso hotel para conhecermos um pouco melhor a cidade e os seus melhores restauantes, mas desta vez não fazia sentido. É exactamente no nosso hotel que fica localizado um dos melhores restaurantes da cidade de Jodhpur.

Com ementa internacional sublime e uma carta de pratos indianos exímia, decidimos ficar por perto e deliciarnos com uma música loung moderna e bem escolhida, apreciarmos uma das melhores vistas do Forte de Mehrangarh da cidade e degustarmos um dos melhores jantares que comemos durante esta viagem.

Foi um jantar condizente com toda a atmosfera e de acordo com o nosso sentimento de nos sentirmos uns verdadeiros Maharajas e Maharanas (as mulheres destes, segundo aprendemos hoje com um dos empregados do restaurante). Foi o encerramento perfeito desta nossa estadia em Jodhpur ... mas amanhã continuaremos para o nosso último destino desta Rota dos Maharajas ... por isso, malas feitas e descansar, para estarmos prontos para a etapa final desta fabulosa viagem!

0 Reality Comments: