VIAGEM DE VERÃO EM DIRETO 2019 | GASTRO FRANCE - DIA 1

NOTA: o relato desta viagem foi escrito em direto, mas, por motivos alheios à nossa vontade, não foi publicado em direto, pelo que pedimos desculpa aos nossos fieis seguidores.


E chegou o dia da nossa partida para a nossa segunda Viagem de Verão em Direto de 2019, a Gastro France.

Assim, eram perto das sete da manhã quando nos fizemos à estrada a caminho do nosso destino final - o Vale do Loire. O dia de hoje é um dia muito longo de estrada, serão mais de 1500 km de estrada que teremos de fazer hoje, por isso ser tão importante uma partida tão madrugadora.

  

Ao final de quase 500 km lá chegamos ao nosso destino de almoço: a bela e recheada de património cidade de Salamanca. Aqui fazemos uma pausa mais demorada para nos permitir esticar um pouco as pernas, passear brevemente pela zona envolvente da monumental catedral e sentarmo-nos num dos cafés da Plaza Mayor: o Café Real.

Aqui provamos e comprovamos a qualidade das famosas tapas deste mítico café da cidade de Salamanca, e delíciamo-nos com as tradicionais tortilha de batata, a salada russa (que por estas bandas leva atum, claro), os revueltos com jamón e as incontornáveis croquetas de jamón (ou croquetes de presunto).

É uma paragem que faz muito bem ao ritmo da viagem, e conforta o estômago com umas tapas de muita qualidade, num cenário lindíssimo, com um serviço eficiente, e um preço bastante razoável. Esta é uma excelente opção para uma paragem relativamente célere, e de qualidade, no meio deste dia longo de carro que vamos ter hoje.


De volta à estrada seguem-se mais umas centenas de quilómetros até à próxima paragem, que nos vai levar à única visita do dia e ao nosso jantar: o Guggenheim de Bilbau.

Tendo comprado os bilhetes via Internet (aliás como fizemos para quase todas as visitas desta viagem, o que muito nos facilitou a vida, como verão mais à frente), apenas tivemos de encontrar um lugar para estacionar o carro e dirigimo-nos à entrada do famoso e icónico museu basco. Não foi a minha primeira vez a visitar este edifício, nem a segunda, nem a terceira (aliás uma das nossas viagens de verão passadas inclui exactamente uma visita a este icónico museu - a Aventura Ibérica de 2012) ... mas de cada vez que venho cá, continuo a maravilhar-me com a genialidade desta obra arquitetónica. Mas se neste museu a obra arquitetónica é incrível e absolutamente deslumbrante, a qualidade da coleção residente não é menor, pelo que entrámos e visitámos toda a exposição permanente do museu.

Mas claro que saímos do Guggenheim de Bilbau já prontos para jantar. Assim sendo, rumámos até ao centro da cidade, estacionámos o carro e dirigimo-nos mais uma vez até à Plaza Mayor da cidade, para desta vez nos deleitarmos com uma das maravilhas gastronómicas no nosso país vizinho: os Pinchos Bascos.




A nossa escolha de local recaiu sobre o clássico e absolutamente deslumbrante Victor Montes, que tem uma variedade e uma qualidade de Pinchos conhecida e reconhecida por todos. Nós claro que não resistimos a todo um festival gastronómico de sabores, comidos ao balcão (como manda a tradição) e que nos reconfortaram para a longa noite de estrada que tivemos pela frente. Curiosamente não foi assim tão longa, nem tão difícil de fazer, pois chegámos ao nosso primeiro hotel desta viagem às horas programadas (pouco depois das 3 da manhã), o que fez com que todas as horas de estrada, apesar de serem muitas, não tenham sido tão penosas quanto isso.

Por hoje ficamos por aqui, mas amanhã, voltamos já com as primeiras visitas em território frances, desta nossa viagem Gastro France, que junta monumentos e gastronomia, num equilíbrio que esperamos ser bem atingido e plenamente conseguido!

0 Reality Comments: