Estilo e Diversão

Mango Kids tem uma boa coleção ...

Pic-Nics Sofisticados e Low Cost

Assim são os sabores desta Primavera!

Já conhecem a novidade da Primark?

Primavera com Muito Estilo

O nosso Top 5 da Asus

Fizemos uma escolha com as nossas preferências ...

Pré-Fabricada e Flutuante

É a nova arquitetura Portuguesa!

FASHIONPHILOSOPHY | FASHION WEEK POLAND - OS NOSSOS ALTERNATIVOS FAVORITOS


Como os nossos seguidores de Instagram e Facebook ficaram a saber, nós estivemos presentes na última edição da Fashion Philosophy | Fashion Week Poland. Não sendo a primeira vez, já sabem então os mais atentos que hoje e amanhã vamos aqui trazer o melhor do que por lá vimos.

Assim sendo, nesta edição temos de dizer que referimos concentrar-nos na passerelle, pois não só o showroom de marcas era mais pequeno do que o habitual, como encontrámos motivos de interesse suficiente nas coleções que vimos. Tendo voltado ao local onde se realizou a primeira edição, nesta décima segunda, se o local era o mesmo, a qualidade da moda que se apresentou ao público e à imprensa estava a "anos luz de distância" ...  e isso fez com que o nosso foco deste report se centrasse absolutamente nas coleções.





Para primeiro destaque, não podemos deixar de realçar a coleção do jovem criador polaco Zwyrd. Com o tema de Savage, esta pequena coleção de 12 coordenados repensou e recriou o que é uma tribo urbana, buscando referências nos grafittis e nos muito conhecidos, mas nem sempre amados, tags.

Sem medo de usar as cores (nomeadamente o vermelho e o azul klein), ou os padrões, o sentido de nova moda étnica contemporânea e urbana, foi dominante em todo o desfile. Uma música bem pensada, uma apresentação bem estruturada, qualidade de materias e exímios acabamentos, fazem desta uma escolha óbvia para abrir a nossa cobertura deste evento.




Mas se este nome saltou para a nossa lista de best of, houve um que reentrou: o de Monika Ptasek. Esta criadora polaca que estava afastada das passerelles há algumas edições (depois de ter apresentado na ModaLisboa há umas edições atrás, nunca mais apresentou uma coleção em passerelle) fez uma volta em grande estilo.

Continuando fiel ao seu estilo urbano, iconográfico e muito disruptivo, a coleção apresentada apresentou-se num estilo muito próprio e eclético, misturando referências Punk, com iconografia Rap e Sporty, mas com a subtileza de uns Himo, e o cuidado estético de um verdadeiro profissional da Moda. Nesta coleção vimos tendência, moda e uma afirmação de um ADN de marca que não sendo para todos, é reconhecido por todos como sendo algo único e inovador.





Mas para fechar em grande este primeiro dia do que de melhor vimos na Fashion Week polaca, destacamos o jovem Jacob Birje. Este talentoso criador (que foi descoberto pelo Project Runway polaco) apresentou uma pequena coleção, muito cuidada, coerente com o seu estilo arriscado e inovador, mas usável pelo seu bom gosto e sofisticação. Ver que este jovem designer se tornou numa marca coerente, com qualidade de design e sem deixar de arriscar na sua proposta estética, mas ao mesmo tempo tornando-se num sólido criador de moda polaca, foi, sem qualquer dúvida, um dos momentos altos desta edição.

Mas mais trazemos amanhã, porque mais moda houve ... por isso não percam, que nós não vamos deixar de trazer aqui tudo!

AS NOVIDADES DA STELLAR WORKS



A Stellar Works tem trabalhado de perto com alguns dos melhores designers de todo o mundo, com o intuito de adicionar novas peças às suas coleções e refinar o olhar, sentido e ethos da marca. Desenhadas pelos diretores criativos Neri & Hu, a exposição Stellar Works apresentou as últimas coleções da marca por Neri & Hu, Yabu Pushelberg e Space Copenhagen.


Baseando-se no passado para inspirar o presente, Ming revisita as artes decorativas históricas da China para criar um estilo de mobiliário fresco e contemporâneo. O projeto do duo chinês Rossana Hu e Lyndon Neri têm olhado para a sua herança asiática, misturando motivos ornamentais com funcionalidade moderna ocidental.

O resultado é uma série de cadeiras de empilhamento de madeira intrincados e mesas de alumínio que funcionam efetivamente como peças individuais, bem como um grupo familiar. Esta série de estar durável, combina conforto com praticidade e um olhar altamente sofisticado na estética industrial.


Incorporando uma gama de cadeiras, banquetas e bancos, a coleção Utility é (como o nome sugere) utilitária nas suas referências, com uma paleta de velho mundo e materiais luxuosos. O resultado final é um conjunto de peças elegantes e versáteis que se encaixam perfeitamente e graciosamente em qualquer ambiente.


O design desta coleção de cama é inspirado pelas conotações dupla, mas relacionadas da palavra francesa "chambre", o que significa tanto 'quarto' especificamente, e "quarto" em geral. Neri & Hu exploraram essa noção através da criação de uma peça que transcende a definição padrão de uma cama como uma plataforma de dormir para incorporar várias funções normalmente desempenhadas pelo quarto como um todo.



Revestida com painéis de tecido, na cabeceira da cama se estende mais elevada do que a maioria das camas convencionais, e estende-se em torno dos cantos para criar a sensação de um espaço fechado. O trilho de guia contínua permite que o ocupante para pendurar ou anexar vários itens - incluindo as tabelas suspensos - em cada lado da cama.


Ren nasceu do desejo de criar uma série de peças na tradição moderna dinamarquesa: alta qualidade, design cuidadosamente trabalhado que equilibra função com forma e é acessível a todos.

Feita a partir de cinzas, as mesas e cadeiras da REN assumem esta filosofia distintamente nórdica e incorporam técnicas de artesanato e detalhes estéticos das tradições de design do Japão e da China, resultando numa coleção que, embora inspirado por um lugar e tempo determinado, é ao mesmo tempo internacional e sem idade no seu âmbito.


A coleção de James é uma exploração discreta da masculinidade moderna, ao mesmo tempo ousada e definido, mas também leve e elegante. A gama inclui uma chaise, mesa, banco e bar carrinho, cada um meticulosamente proporcionado e ergonómico. Todas as quatro peças foram concebidas para transformar o espaço negativo num recurso estético, fazendo uso de aviões flutuantes e wireframes a emprestar-lhes um ar de suavidade e simplicidade.

James é subtilmente inspirada no mundo de carros de desempenho, encontrando referências desta inspiração nos materiais eco: metal quente e tátil, madeira de nogueira e couro fosco tom sobre tom.

TRIUMPH, MULHERES CONFIANTES


E as sugestões para o dia da Mãe continuam porque não queremos que lhe faltem ideias para mimar a mulher da sua vida!


E porque as mães não deixem de ser mulheres, a Triumph sugere o modelo Amourette, que continua a ser a escolha preferida das mulheres de todas as gerações. Estação após estação confirma-se a devoção por estes cortes e modelos nos quais as mulheres sabem que podem confiar.


Esta estação com uma versão melhorada com a introdução do popular sistema de suporte Magic Wire à série Amourette 300, combinando um suave aro flexível “soth touch” envolvido numa malha estabilizadora especial, embutida na almofada do soutien.


Faça a sua mãe sentir-se ainda mais bonita, femininae confiante. Porque as mães merecem estar sempre no seu melhor!

MÃES DE ENERGIA RECARREGADA


Estamos em contagem decrescente para o dia da Mãe, e porque todas as mães necessitam de energia extra no seu dia-a-dia, a TP-LINK sugere uma gama de powerbanks com diferentes capacidades que lhe garantem toda a energia necessária, em qualquer lugar e a qualquer momento.

Com a ajuda dos powerbanks TP-LINK, e independentemente do papel – mãe, esposa, executiva ou desportista – irá estar permanentemente contactável e assegurar o funcionamento total dos seus equipamentos. Quando o dia é longo e começa realmente muito cedo, não há bateria que aguente. O
smartphone, o tablet, a máquina fotográfica, a consola das crianças ou o leitor de MP3 são equipamentos que acompanham quase sempre as mães que circulam entre a escola, o trabalho, as atividades desportivas dos filhos, as idas ao médico, entre outros locais.


O TL-PB5200 é um powerbank com uma bateria de 5200mAh preparado para carregar todos estes equipamentos de uma forma rápida e totalmente segura. O sistema de carregamento inteligente reconhece automaticamente qual o equipamento eletrónico ligado e fornece a energia necessária para que a bateria fique carregada o mais rapidamente possível. É totalmente compatível com os comuns smartphones e tablets e com a maioria dos dispositivos com entrada de 5V.

Pequeno e ergonómico, este powerbank pode ser quase totalmente carregado (90%) em apenas 2 horas, ou seja, poderá acompanhar a mãe mais atarefada para qualquer lado, garantindo sempre toda a energia necessária.


O powerbank TL-PB2600 é extremamente pequeno e leve e pode ser facilmente transportado no bolso. Com uma bateria de 2600mAh, é perfeito para carregamentos de emergência ou para garantir carga durante o treino. Graças à tecnologia avançada integrada, reduz perdas de energia desnecessárias e garante uma eficiência energética de até 90%.


Para a mãe que passa o seu dia entre reuniões, eventos empresariais, ações de formação, videoconferências, telefonemas, entre outros, e que necessita do tablet, smartphone ou portátil sempre operacionais, o modelo PB50 oferece 10000mAh e inclui duas portas USB para carregamento de dois dispositivos em simultâneo. Fino e com um design muito elegante, pode ser facilmente transportado na mala. Os LEDs indicam a bateria ainda disponível para que nunca seja apanhada desprevenida.


Para as mães mais exigentes, a TP-LINK propõe o topo de gama da sua oferta de powerbanks: o TL-PB10400. Com uma capacidade de 10400mAh, este equipamento disponibiliza duas portas UBS que permitem carregar dois equipamentos em simultâneo e garante uma autonomia que permite carregar um smartphone entre 3 a 5 vezes. Tal como acontece com os restantes modelos, o sistema inteligente identifica automaticamente o dispositivo ligado para assegurar o tempo de carregamento mais rápido. Pode ainda ser usado como lanterna.

Agora a sua mãe estará sempre contactável e sempre com as energias recarregadas!

O TERMINAL DE ZAHA HADID


Depois de vencer a competição em 2000, o design de Zaha Hadid Architects para o novo terminal marítimo de Salerno, em Itália, foi recentemente concluído. Localizado no cais público que se estende para o porto de Salerno e da marina, o novo terminal marítimo continua a relação da cidade com o mar e estabelece novas ligações com o seu tecido urbano histórico e a natureza circundante. O terminal é o primeiro projeto de Zaha Hadid a ser concluído desde que a notícia do seu falecimento.



A arquitetura do edifício é descrita como uma "ostra" e tem como função proteger os interiores mais suaves e os passageiros do intenso sol do Mediterrâneo durante os meses de verão robusto. Internamente, o terminal é composto por três componentes principais interligadas: escritórios de administração para os controlos nas fronteiras nacionais e companhias de navegação; terminal de balsas internacionais e navios de cruzeiro ao redor do mundo; e do terminal para os ferries locais e regionais.



O cais é gentilmente elevado de forma a aproximar o terminal da cidade, indicando o caminho inclinando-se gradualmente através de rampas no interior do edifício que levam os passageiros ao nível embarque de grandes navios e balsas. O arranjo interior do terminal orienta e conduz os passageiros através de uma sequência de espaços interiores interligados e organizados em torno de pontos focais, como o restaurante e a sala de espera.




O novo terminal opera, tanto funcional e visualmente, como uma transição suave entre a terra e o mar; uma formação de terra costeira que medeia entre sólido e líquido. Com sua conclusão, o sistema irá melhorar a acessibilidade e experiência para os visitantes de renome cultural, litoral e interior da região. Além disso, vai permitir ao porto de Salerno aumentar as chegadas de ferries e navios de cruzeiro por 500.000 passageiros adicionais a cada ano, e criar até 2.000 novos postos de trabalho em hospitalidade da cidade, serviços e varejo.

A obra de Zaha Hadid que recorda a genialidade da arquitecta.