ARQUITETURA

Veja os melhores projetos e obras nacionais e internacionais!

DESIGN

Excelentes objetos e peças de design estão aqui ...

MODA

Conheça todas as novidades e tendências.

INTERIORES

Vejam todas as novidades de interiores e decoração.

2 ILHAS E 1 IMPÉRIO | EM DIRETO - DIA 20


10:00 DESPERTAR NAPOLITANO

Não nos cansamos de elogiar este hotel de charme em Nápoles que escolhemos para esta nossa visita à cidade e à região: o Decumani Hotel.

Na realidade, desde a sua localização central, à calma e tranquilidade que se vive no mesmo, ou o conforto e dimensão dos quartos, passando pelo charme e pela boa decoração dos salões antigos e dos quartos, até à conveniência de ter um parque mesmo à porta (uma raridade no centro histórico de Nápoles), tudo se conjuga para este ser um hotel super recomendável.

Mas se adoramos o nosso hotel, também adoramos passear e o deia de hoje vai-nos levar a algumas das mais míticas paisagens italianas ... por isso, acordamos cedo, tomamos o pequeno almoço na deslumbrante sala de frescos, e saímos em direção à nossa primeira paragem do dia: a cidade de Salermo.


11:30 A SALERMO ANTIGA E MODERNA

A cidade de Salermo é no nosso ponto de entrada para o nosso destino de hoje: a famosa Costa Amalfitana.

Esta cidade, localiza-se oriente desta costa e é o início de uma das estradas mais incríveis de toda a Itália. Mas antes de a começarmos a percorrer, decidimos parar em Salermo e dar uma volta pelo seu centro histórico medieval, e depois pelas suas movimentadas ruas pedonais comerciais. A cidade de Salermo situa-se já numa zona em que as montanhas chegam junto ao mar, mas ainda tem uma pequena zona plana, mesmo antes do seu grande porto comercial. Assim se a cidade medieval se situa na encosta da montanha e esconde tesouros como a sua catedral paleo cristã, ou os seus palácios renascentistas, a zona mais nova (do séc. XIX, entenda-se) já se situa numa área mais plana, mesmo ao lado do porto, onde se encontram as grandes ruas comerciais onde estão todas as lojas de marca da cidade.

É entre estas duas realidades contrastantes e muito diversas que passamos a manhã a passear a pé, antes de iniciarmos o nosso dia na costa Amalfitana.



13:00 AS CERÂMICAS DE VIETRI SU MARE

Depois de deixarmos Salermo, começamos então a percorrer a famosa estrada da costa que liga esta cidade à cidade de Sorrento, e que passa por todas as enseadas, vilas e pequenas aldeias pitorescas, empoleiradas nos impressionantes penhascos, vertiginosamente inclinados para o mar.

A nossa primeira paragem é logo na primeira cidade que encontramos: Vietri su Mare. Aqui paramos não para ver a pequena cidade, mas para visitar o seu mais conhecido e ícone: as suas cerâmicas. É aqui que existe uma das principais tradições de cerâmica de Itália. Os ateliers e lojas de cerâmica situam-se um pouco por todo o lado na cidade, mas é junto ao miradouro que dá acesso à estrada para Amalfi e Positano, que estão os maiores e mais icónicos ateliers de cerâmica da região.

Estas visitas demoram algum tempo, pois a diversidade de estilos de cada um dos ateliers, é grande, pois cada um tem os clássicos, mas depois tem obras modernas e, estas sim, com estilos muito diferentes. E é uma visita que recomendamos, não só porque por um lado ficamos a perceber bem a tradição e a origem deste estilo de cerâmica que todos já vimos, mas não sabíamos de onde era, mas também por outro perceber as técnicas, os estilos, a evolução da tradição e as inovações deste tipo de cerâmica tão icónico. Mas a hora do almoço está a chegar e é hora de nos sentarmos à mesa







16:30 O ALMOÇO E A TARDE EM AMALFI

Na realidade toda esta costa é absolutamente deslumbrante, desde as incríveis vistas sobre o mar, aos vertiginosos penhascos, acabando nas muito típicas e pitorescas vilas e cidades tudo deslumbra. É bastante difícil não parar de 20 em 20 metros, quer seja pelas sucessivas vistas que são absolutamente de cortar a respiração, quer seja pela dificuldade de conduzir nesta estrada, pois a quantidade de curvas e a sua sinuosidade combinada com uma quantidade de trânsito absolutamente absurda para uma estrada tão estreita e perigosa. Mas é a este ritmo desacelerado e sem pressa que chegamos à mítica Amalfi.

Esta cidade, pela sua situação central em toda esta costa, acaba por dar o nome a toda esta fabulosa região. É aqui que planeamos o nosso almoço, num pequeno restaurante, escondido no meio da colina, e numa pequena e muito pitoresca praça pedonal: a Taverna Buonvicino. Aqui deliciámo-nos com três pratos de frutos do mar (polvo, mexilhão e lulas), confeccionados exemplarmente, ao que juntámos como sobremesa um semi frio de limão, tão típico desta zona. sim aqui os limões são uma religião e os pratos que os têm como base são bastante famosos, pelo que não podíamos deixar de provar.

Mas foi a seguir ao almoço que nos apaixonámos por esta pequena cidade. É que Amalfi é pitoresca, mas ainda genuína, é turística, mas graças à actual pandemia, não está tão cheia de turistas quanto isso (haja algum aspecto positivo nesta pandemia), e a beleza do entorno natural com a escala humana e dimensão cultural das ruas e dos edifícios que compõem o centro histórico da cidade, fizeram-nos apaixonar pela cidade. A paixão foi tal, que decidimos que a nossa tarde ia ser passada a aproveitar para estarmos sentados numa das muitas esplanadas com uma vista fabulosa sobre a baía e a cidade, e apreciarmos este paraíso italiano.




21:30 A BELA POSITANO

Depois de uma tarde muito especial e relaxada (e relaxante) na muito especial cidade de Amalfi, decidimos fazer-nos à estrada e rumar à nossa próxima paragem: Positano. Só que, para nossa surpresa, esta espectacular estrada que liga Salermo a Sorrento, está interrompida em Praiano, pelo que somos obrigados a divergir para o alto da montanha e a dar uma volta imensa para chegar ao nosso destino. Só para que tenham a noção do que estamos a falar, uns 9 km, que nesta estrada já demorariam cerca de 20 min, passam a 60 km que na realidade se transformam em duas horas. E é assim que, em vez de chegarmos a Positano a tempo de a visitar ainda com sol e depois apreciarmos o famoso pôr do sol, chegamos já com o sol posto e quase noite. Mas chegamos e é absolutamente mágico.

A cidade de Positano é tudo o que se pode imaginar e mais ainda. Além de estar inserida num local naturalmente incrível, a própria cidade, o seu ambiente, a sua sofisticação, a sua população e os seus turistas, têm uma coisa em comum: a Beleza. Não conseguimos muito bem ser objectivos sobre esta cidade, pois ficámos verdadeiramente conquistados por ela, mas a sensação que temos é que tudo é perfeito, e que tudo tem uma beleza serena e ao mesmo tempo arrebatadora. A cidade de Positano é imperdível e não é por acaso que, mesmo sendo Amalfi a dar nome à costa, é Positano o seu expoente máximo.

Mas não é só a cidade que é bela os seus restaurantes, as suas lojas, os seus cafés, as suas ruas, praças, escadas e vielas, são mágicos e magnéticos. E foi exactamente neste ambiente que jantámos, com vista sobre a cidade, uma sopa fria de tomate e limão com ovas negras e um peixe de chorar por mais, e rematámos tudo com uns Babás com Limoncelo, incríveis. Este foi o final de dia perfeito, para um dia que já de si foi inesquecível. Sim este foi o nosso último dia aqui no sul de Itália, e foi o encerrar perfeito para esta região que não conhecíamos e que tem uma beleza única e sublime. É com esta sensação de satisfação que só as experiências belas e sublimes nos proporcionam que regressamos ao nosso hotel em Nápoles e que nos deitamos para amanhã então fazermos as últimas visitas e rumarmos à nossa próxima e última paragem nesta viagem.



2 ILHAS E 1 IMPÉRIO | EM DIRETO - DIA 19


09:00 A ACORDAR SERENAMENTE E EM ESTILO

Não nos cansamos de agradecer a nós mesmos por termos escolhido o Decumani Hotel de Charme em Nápoles para ficarmos nesta nossa estadia aqui em na capital do sul de Itália.

É que para além de tranquilo e sereno, este hotel é super bem localizado no centro histórico o que nos permite podermos ter uma manhã descansada e sem correrias. Foi exactamente o que aconteceu hoje.

Depois de acordarmos e de tomarmos o pequeno almoço na espectacular sala de refeições do mosteiro, arranjamos o nosso saco de praia e saímos a pé do hotel, deixando o carro o dia todo no parque que se situa na mesma rua do hotel. Sim este é um hotel óptimo e super bem localizado.







14:00 UMA MANHÃ NOS BANHOS DE TIBÉRIO

O programa do dia de hoje é passado todo ele fora da cidade de Nápoles, assim, logo ao sair do hotel, rumamos até ao porto da cidade e apanhamos um dos ferries para o nosso destino de hoje: a icónica ilha de Capri. Conhecida por ser uma das estâncias balneares mais exclusivas de Itália, é a apenas 45min de barco que se situa, em plena baía de Nápoles, este pequeno paraíso. E nós tivemos bastante sorte, pois as nuvens e tempestade de ontem limparam o céu e deixaram um dia radioso de sol para hoje.

Assim que chegamos a Marina Grande, percebemos que estamos noutro planeta. Aqui tudo exala estilo, tudo respira dinheiro, tudo é dedicado aos ricos... e nós decidimos que, por hoje, vamos ver como se vive neste mundo. Assim à chegada perguntamos onde se apanha o barco para os Banhos de Tibério, que é a praia que escolhemos para passar a manhã. Mesmo perto de onde chegam os ferries, do lado mais discreto de Marina Grande, está um pequeno cais privativo, de onde sai então um barco para as piscinas naturais que formam a praia preferida deste tão famoso imperador romano.

Quando entramos no barco percebemos o porquê de todo o buzz desta praia, é que o serviço, desde a entrada no cais privativo, até à disponibilização de cacifos e vestiários, passando pela simpatia e disponibilidade de todo o staff, ou pelo conforto das espreguiçadeiras que povoam as plataformas de betão que dão para a água, tudo é verdadeiramente de qualidade e pensado para o nosso conforto. Não é uma praia barata, mas vale a pena, pois é uma experiência do que é qualidade sem limites e o local é lindíssimo, pois é uma enseada, que tem piscinas naturais entre as suas rochas, com água verde esmeralda e azul turquesa vibrantes no meio de um cenário absolutamente único e idílico.

Ora como decidimos que era aqui que passávamos a manhã, decidimos também marcar mesa para almoço no restaurante, e foi assim que, depois de uma manhã na praia, fomos almoçar neste cenário único e descobrimos que não é só o cenário ou o serviço da praia que é bom... o restaurante também é óptimo. Escolhemos o prato do dia - Spaghettini al Mare - que não era mais do que massa divinalmente feita, com uma lagosta inteira incrivelmente cozinhada e temperada, e acompanhámos tudo com um vinho siciliano espetacular. Foi tudo absolutamente Perfeito!





18:00 UMA TARDE EM CAPRI

Depois da manhã espectacular à beira mar, e depois de um almoço digno de um imperador, decidimos que era tempo de explorar um pouco da ilha e portanto voltámos a apanhar o barco até Marina Grande e viemos até à mítica cidade de Capri.

A pequena cidade de Capri situa-se no meio da ilha, bem mais acima e empoleira-se nos rochedos da ilha, virando-se para o mar. A única forma de lá chegar desde a Marina Grande é subindo e foi de taxi descapotável que o fizemos. Lá chegados percebemos o quão verdadeiramente bela e bem cuidada ela é. Entre boganvílias, villas espetaculares e lojas de todas as marcas que se possa imaginar, passeamos entre ruas e vielas, todas elas pedonais, e com um sossego e uma tranquilidade como só alguns lugares conseguem no mundo ... e Capri é um deles. Aqui o Luxo é em todos os detalhes, até na calma e serenidade que se vive, pois os carros e motas que existem na ilha são só de residentes ... o que diminui muito a poluição sonora a que estamos habituados.

Aliás o Luxo em capri é uma forma de fiva, pois em Capri encontra-se o maior número de lojas de marca de luxo por habitante de toda a Itália, o que, tendo em conta que Itália é o país que mais liga às marcas de roupa em todo o mundo, é um feito absolutamente assinalável. Passear em Capri é como passear num mundo perfeito em que todas as flores estão no sítio certo, em que as pétalas são perfeitas, em que todas as lojas são de marca de luxo e em que todos os cafés e restaurantes têm um aspecto espectacular ... e onde todas as pessoas têm estilo e bom aspecto. Sim é como se estivéssemos dentro de um filme de um mundo perfeito!

Foi um passeio espectacular, e se para cima fomos num táxi, já para baixo decidimos apanhámos um elevador que tem uma vista espetacular e que liga Marina Grande com a Piazzeta de Capri. E é assim que deixamos a bela ilha de Capri de novo em direção a Nápoles.




21:00 O JANTAR DE DEGUSTAÇÃO DE PASTAS

Chegados a Nápoles, e depois de voltamos ao hotel para nos arranjarmos para o jantar (algo que já não fazíamos há alguns dias) e voltamos a sair em direção à praça do município para irmos para um jantar num local muito especial: o Sea Front Pasta Bar.

Este restaurante fica na sobre loja de uma humilde loja de produtos gourmet, da qual, quando passamos à porta não damos nada por ela ... mas à noite, depois de fechar a loja, entra-se só por marcação, e sobe-se à sobre loja onde o chef prepara um menu degustação da melhor massa que já comemos na vida. Este é um local exclusivo, que não serve mais do que 17 jantares por noite, mas onde os sabores e o requinte, a qualidade e a sofisticação são exemplares e onde tudo combina para proporcionar uma noite absolutamente perfeita.

Foi a noite perfeita para terminar o dia perfeito que passámos em Capri. Este foi um dia de sonho aqui na baía de Nápoles. Mas amanhã adivinhamos outro dia perfeito ... por isso hoje, depois deste jantar maravilhoso e de um passeio nocturno no centro histórico da cidade, voltamos ao hotel e descansamos.