UM LUXO CHAMADO PROST

Tecnologia, moda e desporto num relógio único!

COM VISTA PARA O FUNDO DO MAR

Este é o primeiro restaurante subaquático da Europa!

A CINDERELA URBANA

Os modelos da Guava para esta estação!

MODALISBOA VAI FAZER BRILHAR O PAVILHÃO CARLOS LOPES

O Pavilhão Carlos Lopes é o novo palco da ModaLisboa, que se realiza já nos próximos dias 5, 6, 7 e 8 de outubro.

“Luz” é o mote da 49.ª edição, uma homenagem à luz lisboeta que torna a capital portuguesa tão especial: “uma luz que é tanto tendência e talento, como reflexo e reflexão. Uma luz que ilumina o caminho e estimula as ideias, a luz como fonte de inspiração, fluxo de energia e razão de debate”.


O concurso Sangue Novo volta a ser destaque do primeiro dia do evento. Ao todo serão 15 os desfiles a realizar e nós, como habitualmente, vamos estar a fazer o acompanhamento em directo do evento de moda mais importante do país.

As novidades desta edição (além da mudança de local, claro) é a estreia de Carolina Machado na plataforma LAB ao lado da marca IMAUVE, da jovem designer Inês de Oliveira. Outra novidade LAB será a colaboração de Nair Xavier com a Diniz & Cruz, num desfile que irá aliar o design e a inovação de Nair Xavier com a excelência da produção da Diniz & Cruz. Outra novidade é o regresso de Aleksandar Protic à passerelle da ModaLisboa.


ModaLisboa LUZ abre com as Fast Talks, a realizar na Estufa Fria na quinta-feira 5 de outubro, e encerra com o desfile de Filipe Faísca, na sala principal do Pavilhão Carlos Lopes, domingo 8 de outubro. Para já aqui fica o calendário de eventos desta edição da próxima semana ...

5 Outubro

16.00h | Fast Talks | Estufa Fria (aberto ao público)

6 Outubro

16h00 | Patrick de Pádua | Lab - Jardim (aberto ao público)

17h00 | Duarte | Lab - Jardim (aberto ao público)

18h00 | Sangue Novo

20h00 | Kolovrat

21h00 | Valentim Quaresma

22h00 | Ricardo Preto

7 Outubro

14h30 | Imauve + Carolina Machado | Lab - Jardim (aberto ao público)

15h30 | David Ferreira | Lab - Jardim (aberto ao público)

16h30 | Awaytomars | Lab - Jardim (aberto ao público)

17h30 | Nuno Gama

18h30 | Aleksandar Protic

19h30 | Cia. Marítima

20h30 | Ricardo Andrez

21h30 | Christophe Sauvat

22h30 | Dino Alves

8 Outubro

14h00 | Morecco | Lab - Jardim (aberto ao público)

15h00 | Nair Xavier X Diniz& Cruz | Lab - Jardim (aberto ao público)

16h00 | Eureka - Jardim (aberto ao público)

17h00 | Olga Noronha | Lab

18h00 | Nadir Tati

19h00 | Luís Carvalho

20h00 | Mustra

21h00 | Filipe Faísca

UMA ARQUITETURA EFÉMERA E MUTANTE ... RESUMINDO: COM MUITAS VIDAS


O atelier de arquitetura italiano Carlo Ratti Associati é o autor da renovação do complexo militar do antigo uartel de Turim, que vai transformar este num território de experimentação arquitetónica.

A estrutura modular dos antigos dormitórios militares serão transformados em espaços de co-work e de alojamento coletivo para residências artísticas e arquitetónicas, deixando a arquitetura ao seu ocupante, fornecendo-lhe apenas a modularidade crua da arquitetura como base.


Esta é uma nova aproximação conceptual à arquitetura, que pode gerar resultados muito estimulantes e que faz com que a arquitetura seja uma arte viva e em constante mutação, evolução e adaptação a novos tempos e novos usos.

A decadência gerada pela obsolescência das estruturas construídas pode assim ser resolvida com uma arquitetura que é pensada para ser efémera dentro da sua capacidade de ser mutante ... e este é um bom conceito!


UMA CASA DE CONTENTORES


Depois de este fim-de-semana o Terreiro do Paço em Lisboa se ter enchido de contentores repletos de design português, graças ao The Pitch Market Lisboa 2017, hoje trazemos aqui a casa Joshua Tree.

Desenhada pelo arquiteto londrino James Whitaker, surge de um projeto anterior de um escritório para a muito icónica e alemã floresta negra, que nunca chegou a ver a luz do dia,
mas que agora se concretiza, não em formato de escritório, mas de habitação.






Esta casa, em pleno deserto de Mojave, na Califórnia, combina contentores marítimos numa forma concêntrica, criando uma espacialidade interior muito interessante e complexa, dando-lhe possibilidade de privacidade, mas ao mesmo tempo transformando todo o espaço numa unidade e continuidade formal.

É um projeto muito curioso e que traz os contentores marítimos novamente para a ribalta da arquitetura cotontemporânea!




COS ESSENTIALS


A COS, marca do grupo da H&M, é uma das marcas de culto com os preços mais acessíveis e com um estilo munimal e simples.




Neste Outono apresenta-se com uma coleção de peças essenciais e qualquer guarda roupa sofisticado e de acordo com as tendências. Com as cores Camel, Azul, Branco e Cinza, este conjunto de peças é um autêntico must have. Simples mas elegante, minimal mas familiar, afirmativo mas discreto, assim é este Outono da COS.




Com peças destas, não admira que esta seja uma marca de culto!

EXD'17 - LAST BUT NOT THE LEAST


Foi anunciado com estrondo que a edição da experimenta design deste ano será a última, o que faz com que esta seja uma edição memorável.

A qualidade dos temas e das edições anteriores é inquestionável e, nesta que é a última edição da bienal, revisitamos todo esse passado de um dos eventos mais estruturantes da cidade de Lisboa e do design em Portugal.

A Bienal EXD termina o seu ciclo sob o tema Before & Beyond, no dia 30 de Setembro, em Belém (Centro Cultural de Belém e Museu Nacional dos Coches), com as Conferências de Lisboa, o lançamento do livro “experimentadesign 1999-2017”, a exposição Drawing in Stone e o espectáculo audiovisual Inside, com videomapping e sound design.

Alice Rawsthorn, Arjun Appadurai, Eduardo Souto de Moura, Miguel Nicolelis, Philippe Starck, Stefan Sagmeister e Tyler Brûlé são os nomes que compõem as conferências deste ano, que ocuparão toda a tarde no CCB ... mas há mais ... À noite, às 22:30, no Museu Nacional dos Coches, é lançado o livro experimentadesign 1999-2017, que revisita as edições passadas da bienal e os seus momentos mais importantes. Este livro bilingue (Português e Inglês), tem mais de 400 páginas onde se faz uma análise visual e transversal deste motor de desenvolvimento cultural e criativo, que incutiu uma nova dinâmica à cultura de projecto contemporânea internacional, a partir de Lisboa, em particular, mas também de outras cidades. É uma viagem que atravessa todos os marcos importantes da história deste evento, passando por todas as edições e os seus respectivos temas.


Por último destacamos a exposição Drawing in Stone, que apresenta uma primeira visão de conjunto sobre o trabalho que 23 autores (entre os quais Álvaro Siza Vieira, Amanda Levete, Carrilho da Graça, Eduardo Souto de Moura, Márcio Kogan, Vladimir Djurovic, o Estudio Campana, Fernando Brízio, Jasper Morrison, Miguel Vieira Baptista e Ronan & Erwan Bouroullec), que mostra as 19 pedras portuguesas escolhidas pelos 23 autores e os trabalhos que estes desenvolveram no âmbito do programa experimental e de pesquisa Primeira Pedra.

A encerrar este dia há o último momento da EXD’17, que se realiza às 23:30, na praça do Museu Nacional dos Coches: o espetáculo Inside. Este é uma performance de videomapping e sound design, imersiva e constitui-se como um espectáculo de fruição colectiva que vai modificar a praça exterior do Museu Nacional dos Coches.

Promete ser uma última edição que vai deixar boas memórias ... como todas as anteriores!

BENETTON REVELA AS CORES DA PRÓXIMA PRIMAVERA VERÃO


Em plena Fashion Week de Milão a muito prestigiada marca italiana Benetton acaba de revelar a sua coleção Primavera Verão 2018.

Assim, em plena galeria do Triennale Design Museum, de milão a Benetton conta uma história de cor através de uma exposição com curadoria da Fabrica, a I See Colors Everywhere. O primeiro pensamento quando se fala da Benetton é a cor, em todas as suas expressões. As camisolas berrantes que revolucionaram a moda. As campanhas controversas que promoveram o multirracialismo. E, no geral, a ligação inquebrável com a arte e a comunicação que desde sempre constitui o ADN da marca de vestuário. A exposição I See Colors Everywhere celebra este património, apresentando um vasto espectro de produções editoriais e criativas da Fábrica num espaço em que o design, a arte e a sociedade se encontram e dialogam entre si.



A primavera da United Colors of Benetton é um verdadeiro hino de cor e ao estilo casual chic, quer para homem, quer para mulher, e é composta por peças básicas que pode trocar facilmente, sobrepor e misturar com criatividade. A marca aposta numa cuidada seleção de tecidos, como é o caso dos algodões, usados em t-shirts com inscrições “be” e “joy”. Este também é o material de eleição para polos e camisas, peças que ganham nova vida com pormenores como pregas, colarinhos contrastantes ou mangas largas ou em balão.

Aos algodões juntam-se ainda as lãs merino em camisolas minimais de gola redonda, cardigãs ou malhas oversize com inscrições – amore, colors, people. No que toca às partes de baixo: denim para todas as ocasiões em calças skinny ou pelo tornozelo. Para as noites mais primaveris surgem então levíssimos tecidos encerados e transparentes em várias cores e tons de azul, amarelo, branco e fúcsia, complementados com casacos de penas ultraleves ou casacos corta-vento peso pluma rigorosamente coloridos em 12 tons pastel diferentes.



As cores voltam assim ao nosso guarda roupa. Em blocos fortes e afirmativos, mas com a delicadeza de quem já trabalha a cor há bastante tempo. A Benetton volta a dar cartas no mundo da moda mundial, graças ao seu ADN de moda com e de cor!

OS NOVOS CADERNOS DA RED WOLF


É uma das marcas de ilustração mais conceituadas do Porto, que agora lança os novos cadernos: a Red Wolf e os seus Wolf Notes Pink.


Estes são cadernos muito femininos, não só pelas ilustrações de mulheres das suas capas, como também pela preponderância de detalhes e apontamentos rosa, quer no seu interior, quer no seu exterior.


Depois de um fim-de-semana marcado pelo maior evento de Design de Equipamento em Portugal - o The Pitch Market Lisboa 2017 - e a poucos dias da inauguração da última Experimenta - a EXD'17 - aqui está mais um exemplo de como o design nacional está de boa saúde!


É mais uma edição de cadernos que gostamos, recomendamos e queremos!

O DENIM REUTILIZADO VOLTA A SER MODA, GRAÇAS À H&M


No próximo dia 5 de outubro a H&M apresentará a sua quarta coleção Close the Loop Denim, composta por três estilos diferentes de calças de ganga, uma saia midi, umas calças de perna larga e um casaco XXL.


As peças combinam acabamentos modernos com os looks vintage. A coleção Close the Loop Denim é uma linha exclusiva e limitada de peças feitas de algodão orgânico e fibras recicladas obtidas da Iniciativa Garment Collecting.


É assim que se faz moda sustentável e com um cariz contemporâneo ... e muito estilo. Obrigado H&M ... em nome do planeta e do nosso estilo!

UM OUTONO NATURAL ... É COM A NATURA


A Natura apresenta a sua nova campanha para este Outono-Inverno protagonizada pela inconfundível Vanessa Martins. Fotografada no extraordinário Hotel Le Consulat, mesmo no coração de Lisboa, esta campanha materializa os valores da mais recente coleção pensada para as mulheres contemporâneas que valorizam o conforto e estão atentas às últimas tendências da moda.

Dividida em três linhas distintas – Restart, Overland e Deep Night – a coleção Outono-Inverno distingue-se em diferentes estilos para vários momentos do dia e da própria estação.



Por toda a coleção surgem vários detalhes de charme como o toque suave do veludo, a delicadeza dos bordados, a feliz combinação de cores ou a mistura de texturas que tornam cada peça única e original, bem como o abraçar de várias tendências da moda, como os padrões florais, as rendas, os folhos e, claro, a inspiração étnica.

É uma marca acessível e com uma inspiração muito natural para um Outono muito confortável!