MINI-FÉRIAS A EXPERIMENTAR NO PORTO - ONDE FICAR E ONDE COMER


E porque este ano a Experimenta Design subiu até ao Porto e Matosinhos, e porque o feriado de 8 de Dezembro calha a uma terça-feira (dando-nos uma oportunidade de mini-férias tão merecidas), decidimos trazer aqui como sugestão um fim-de-semana alargado na capital do Norte.

Para quem nos segue via Instagram já sabe que nós por lá andámos desde sexta à noite ... mas não sabem tudo e por isso trazemos aqui hoje e amanhã as nossas sugestões de programa, para que nada falte na vossa ida ao norte.



Comecemos então pela nossa escolha de local para pernoitar. Se vamos numa viagem onde a desculpa se chama Experimenta, então decidimos-nos por um dos hotéis que foi remodelado recentemente, tem um preço bastante acessível e uma localização bastante boa (quer em termos de acessos quer em termos de vista): o Mercure de Gaia.

Sendo um quatro estrelas (e um Mercure), a qualidade está garantida. Mas desta vez tem-se mais do que isso: toda a nova decoração do hotel é dedicada ao Vinho do Porto e à cidade para onde os quartos olham. Situado mesmo à entrada da clássica muito retro Ponte da Arrábida, este hotel tem na vista dos seus quartos um dos seus maiores atrativos. Quem não gostaria de acordar e olhar para um Porto que se estende da Ribeira até à Foz? Ficámos lá, Gostámos Muito e Recomendamos vivamente!


Mas se dormir é bastante importante, não menos importante é comer. Se o pequeno almoço do Mercure é bom (e é mesmo) ... quanto ao almoço e ao jantar já deixamos aqui outras recomendações. Comecemos pelos almoços e por um dos nossos locais obrigatórios em qualquer visita, passagem ou paragem na Capital do Norte: o Capa Negra e as suas Francesinhas.

Podem dizer que há outras (e há muitas) também boas, podem falar de outros locais que têm francesinhas divinais (e têm), mas não há nada como uma francesinha especial comida num domingo ao almoço no Capa Negra II (em pleno Campo Alegre) depois de uma saída à noite bem divertida. Ainda por cima agora acaba de inaugurar a sua renovação profunda, o que o traz ainda mais para a ribalta. Imprescindível passar, parar e provar!


Mas deixando de lado os clássicos, compartilhamos aqui um local onde jantámos e que não podíamos deixar de menciona: a Casa Garrett. Sendo esta cidade que viu nascer o mestre da poesía romântica deste país, esta é uma figura que inspira vários locais da cidade, inclusive este restaurante.

A boa parte de tudo é que foi uma descoberta muito boa: o local é central (fica ao pé do Tribunal, na Rua do Dr. Barbosa de Castro 56) num espaço muito engraçado e com comida bastante boa e saborosa. A ligação ao poeta poderia ser feita na cozinha, mas essencialmente é feita na mesa: o menu está organizado segundo tipologias literárias (sem pretenção das mesmas serem um elemento de inspiração gastronómico o que é refrescantemente bom ... é apenas divertido) e a conta no final vem dentro de um livro do próprio autor. Muito bom local para jantar mesmo antes de ir sair à noite ou só voltar para o hotel. Outras das sugestões que aqui deixamos (já que se trata de uma sugestão para um fim-de-semana prolongado ... ou mini-férias cá dentro) é o muito gourmet Cruel (na Rua da Picaria 86) e o recentíssimo e ultra cool Flow (Rua da Conceição 63). Uma dica importante, é que todos necessitam de marcação prévia e com alguma antecedência!

Mas porque um fim-de-semana no Porto não pode ser só gastronomia, amanhã voltamos com sugestões de mais locais para ir ... com muito estilo e que permita experimentar no Porto o que o Porto tem de melhor!

0 Reality Comments: