UM LUXO CHAMADO PROST

Tecnologia, moda e desporto num relógio único!

COM VISTA PARA O FUNDO DO MAR

Este é o primeiro restaurante subaquático da Europa!

A CINDERELA URBANA

Os modelos da Guava para esta estação!

PRADA LISBOA ABRE ESTE MÊS





Em plena Avenida da Liberdade, a avenida mais prestigiada para as grandes marcas de moda internacionais, vai ter mais um local de referência: a Loja da Prada!

Mas antes da inauguração deste novo local essencial do estilo nacional, vamos dedicar-nos ao espaço da loja em si.

Situada no belo edifício do antigo Stand da Fiat (no nº 212) esta loja vai ter os seus interiores tratados com respeito pela traça antiga do imóvel. O design tipo das lojas desta marca vai fundir-se com a arquitectura novecentista da arquitectura original.

O verde água da Prada vai conviver com colunas de pedra trabalhadas, tudo com a qualidade e o estilo da Prada.

A iluminação vai ser estudada, localizada e muito controlada.

Pelas imagens que hoje revelamos, a própria loja vai ser digna de uma visita ... com as roupas e acessórios da Prada dentro - é definitivamente um Must Go!

CHÁ DE MENTA E SAPATOS ZILLIAN


Está a partir de hoje disponível nas lojas da marca, a nova colecção da Zillian com inspiração em Yves Saint Laurent dos anos 70.

Utilizando a técnica de corte a laser e padrões alusivos, esta colecção demonstra uma forte ligação a pormenores da cultura islâmica. O tema remete-nos de imediato para as calças harém, de cós descido e drapeados. Numa paleta de tons terra com azuis, encarnado e branco à mistura, os modelos similares a babuchas são uma referência.

Não perca a oportunidade de ser a primeira a estar na moda, logo agora que já apetece mostrar os pés dentro de sandálias elegantes!

STALB LAMP - SIMPLES E BONITO


Os candeeiros desenhados pelos designers americanos da Kassen Lifestyle recuperam materiais de antigas peças encontradas no lixo das cidades americanas do Midwest e constroem peças novas e contemporâneas.

É o caso destes elegantes Stalb. Candeeiros de pé, com iluminação cuidada, design simples e sofisticado, mistura de materiais honesta, e reciclagem inteligente.

Bons objectos para encerrar o nosso longo Rock in Rio Lisboa 2010 em Directo.

Estes objectos são mesmo Por um Mundo Melhor!

FEIRA DO LIVRO PORTO 2010 - ABRE NOS ALIADOS


Depois de um fim-de-semana com as atenções culturais viradas para a capital (ao que o Rock in Rio Lisboa 2010, assumiu a dianteira, tal como vimos aqui no nosso Directo) agora é a "Capital do Norte" a gerar notícias.

A seguir ao grande sucesso da Feira do Livro Lisboa 2010, é a vez da cidade invicta receber este grande certame literário.

Em plena Avenida dos Aliados, vai estar instalada desde amanhã até ao dia 20 de Junho a Feira do Livro do Porto 2010. Com horário alargado até à meia-noite, e prolongando-se ao domingo que antecede o S. João, a inauguração desta feira ocorre no primeiro dia do mês das Festas da Cidade, enriquecendo assim o intenso programa de animação da Baixa.

Assim, durante praticamente três semanas, a Avenida dos Aliados vai voltar a conjugar de uma forma particularmente feliz a cultura e a actividade económica, em torno da grande festa do livro que é a sua própria feira.

Recorde-se que no ano passado, estreia do regresso da Feira do Livro à Baixa, o evento foi maciçamente reconhecido como um enorme sucesso, mobilizando muitas dezenas de milhares de visitantes e compradores.

Este ano espera-se "nothing less"!

ROCK IN RIO 2010 EM DIRECTO - DIA 5


03.50

Perto das quatro da manhã o Rock in Rio Lisboa 2010 terminou e também o nosso directo ... sob a batuta do português Jiggy.

De Lisboa e para o Rock in Rio Lisboa 2010, este DJ, especialista em Electronic Music, trouxe sons e ritmos mais leves e contagiantes. No encerramente deste dia pesado, foi refrescante ter este final.

Não foi por esta razão, nem pelo avançado da hora que os muitos que estavam na Electrónica Lunar arredaram pé antes do decibel final.

Pode-se dizer, que este final foi digno do palco mais criativo, com programação mais coerente e equilibrada e mais surpreendente de todos os do Rock in Rio Lisboa 2010, como sempre diga-se em abono da verdade.

Foi mais uma maratona em Directo do Parque da Bela Vista e da Cidade do Rock, mas anunciado pelo organização já estão mais duas edições, ambas também aqui no Parque da Bela Vista.

Boas notícias para a cidade de Lisboa e boas notícias para os muitos milhares de fãs deste que é cada vez mais um dos eventos culturais mais populares e mais significativos no panorama musical português e internacional.

O nosso Directo termina aqui, mas não queremos deixar de agradecer aos milhares de leitores que nos seguiram neste Rock in Rio Lisboa 2010 em Directo. Muito Obrigado a todos!

Amanhã ... cá estaremos com mais novidades de estilo para todos os estilos!


03.00

O DJ vindo dos EUA, Curtis Jone, mais conhecido por Green Velvet, tem a sua inspiração na música de Prince, Gary Numan e Nitzer Ebb. O seu estilo de house assenta no electrónico e no electroclash, rompendo com a tendência actual do house mais negro.

Na Electrónica proporcionou-nos uma explosão de sentimentos ao sabor da sua música que mesmo batida se torna melódica. Curtis já fez remixes para Madonna e Orgy. O seu talento indiscutível deu aso a uma das melhores actuações da Electrónica desta edição do Rock in Rio Lisboa. Mr DJ Green Velvet, cantou, remixou e encantou a multidão que se juntou para o ouvir, logo a seguir ao final dos Rammstein.

A noite avança para o seu fim com os “pratos” de Jiggy, um DJ português muito electrizante...


01.25

Mais do que um concerto os alemães Rammstein deram um espectáculo!

O palco revelou-se numa verdadeira máquina de som, luz e fogo, a música contagiou em catarse colectiva a assistência e os artistas deram um espectáculo digno da expectativa que criaram.

Com pirotecnia, efeitos especiais e muita encenação, este concerto provou o porquê da legião de fãs deste grupo.

Foi um encerramento do Palco Mundo em grande, perante as 30.000 pessoas que enchiam o auditório do Palco Mundo.

A noite estava fria, mas o inferno, chamado Rammstein, aqueceu o ambiente e preparou o final deste Rock in Rio Lisboa 2010, na Electrónica ... para onde vamos já de seguida ...

Até já!


00.45

Durante uma verdadeira explosão que os Rammstein estão a proporcionar aos milhares de fãs do heavy metal (que vamos trazer já a seguir), a noite continua na Electrónica neste momento com a performance de Paul Ritch.

A Cidade do Rock ainda não foi dormir e na Electrónica sono é o que não há depois do show de Paul Ritch. Este DJ é um produtor de techno bem minimal que não deixou espaço para descansar na pista de dança.

Ao parisiense segue-se Speedy J, um dos primeiros DJ’s oriundo do Benelux! Vamos sentir as vibrações dos países baixos!

Mas já a seguir, traremos o inferno do espectáculo (pois foi mais do que um concerto) dos Ramestein!


23.45

Jim Masters é o master da rave music nos clubes e discotecas e quase sempre um dos 10 primeiros nos dancecharts!

O seu último álbum foi considerado brilhante e de verdadeiro techno. Foi esta forma inteligente de compor música que Jim trouxe esta noite à Electrónica para fazer dançar mesmo os mais resistentes. O ambiente está ao rubro na última noite do melhor rock e os cerca de 30.000 visitantes já esperam ansiosos pelo verdadeiro espectáculo que nos espera com os Rammstein!

Mas para quem pense que a Electrónica ia ficar sem ninguém, esta foto prova o contrário ...

Vamos voltar ao Palco Mundo para fechar esta edição de Rock in Rio Lisboa 2010 no palco principal da Cidade do Rock e depois a noite é de Electrónica! Até já.


23.20

Os Megadeth mostraram porque são uma das bandas mais veteranas nestas andanças do Metal.

Um concerto com solo de guitarra prodigiosos, com instrumentais longos e trabalhados e uma sintonia com o público muito boa.

Em uma hora e quinze minutos de espectáculo (cronometrados por um cronómetro de palco, que ajudou a recuperar algum do atraso com que o Palco Mundo está), os Megadeth deram um espectáculo correcto, sincero e muito profissional. Tocaram os maiores êxitos da banda e alguns temas novos. O público respondeu com palmas sincronizadas, moches e muitos gritos.

Foi uma excelente antecipação (mais calma, apesar de tudo) da actuação da noite: os demoníacos Ramestein!

Enquanto não chegam os Ramstein, trazemos dentro de pouco tempo novidades da Electrónica com o inglês Jim Masters.


22.45

O som na Electrónica já começou a inundar a zona Norte do Rock in Rio.

Com algum atraso, o som da dupla de DJs Heartbreakerz, a tech house, techno e electro começaram a dar que dançar aos muitos metaleiros que estão na Cidade do Rock. Ainda os Motorhead estavam em Palco e já esta dupla de DJs feminina lançava para a pista de dança os primeiros ritmos.

Analodjica e Kokeshi, são os nomes destas duas DJs femininas que estiveram hoje, pela primeira vez, no Rock in Rio Lisboa. Com sons tipicamente femininos, esta dupla seduziu e deu outro tipo de ritmos aos que já esperavam a actuação destas duas beldades do DJing em Portugal!

Quando terminaram, já com uma Electrónica bem composta, deram o lugar ao britânico Jim Masters, que traremos aqui a este Directo mais à frente ... mas já a seguir chegam os grandes Megadeth.

É já a seguir ...


21.35

Com estilo, um baixo impressionante e muita música os Motorhead entraram em palco com toda a força.

Os veteranos da Heavy e Trash Music britânica tornaram o anfiteatro do Palco Mundo num dos mais pesados cenários da música deste Rock in Rio. Com a noite a chegar, as luzes, o ecrã e essencialmente o ambiente começa-se a compor para uma noite bem Heavy Metal aqui no Parque da Bela Vista.

Com um solo de Bateria e de Guitarra os Motorhead sairam de palco, mas ... a Electrónica já começou a bombar decibéis também ... por isso, masi novidades dentro de momentos ... aqui no Rock in Rio Lisboa 2010 em Directo do ... And This is Reality!


21.10

E foi com R.A.M.P. que fechámos o último dia de Rock in Rio no Palco Sunset... O nome da banda tem origem nas iniciais dos nomes dos membros fundadores: Ricardo, António, Miguel e Paulo. A sua sonoridade é um metal pesado, mas com mais semelhanças com o que se pratica na América do que na Europa.

Assinaram pela Polygram que editou o mini-LP Thoughts, em 1992. Depois foi lançada uma versão em CD com mais três temas. Em 1995 lançaram o álbum Intersection cuja capa é da autoria do desenhador Luís Louro. Evolution, Devolution, Revolution é lançado em 1998. O álbum duplo Ramp…Live é editado em 1999.

Em 2003 lançaram o seu primeiro disco autoproduzido denominado Nude. Em 2005 lançam um EP com algumas versões incluíndo Anjinho da Guarda, versão de um tema de António Variações que fazia parte da banda sonora de um programa da Sic Radical.

Lançam em 2009 o álbum Visions. Contam já com três participações no festival português Super Bock Super Rock, e espéctaculos com bandas de rock como Sepultura, Metallica, Iron Maiden ou Slayer.

Os RAMP trouxeram como convidados os Hail que apesar de terem recentemente perdido o seu guitarrista, Paul Gray (que também era dos Slipknot), não deixaram que as emoções atrapalhassem um grande espectáculo de heavy metal.

Os Motorhead já ligam os motores no Palco Principal e nós vamos para lá sentir as vibrações para depois seguirmos para a Electrónica onde as Heartbreakerz se preparam para fazer bater corações e não só!


20.15

Os Soulfly invadiram o Palco Mundo e todo o recinto de som metal. Fortíssimos e cheios de vontade de arrasar, estes brasileiros ex-Sepultura não pouparam um segundo da euforia dos fãs.

Nem a meia hora de atraso fez arredar pé à imensa mancha negra que está hoje na Cidade do Rock. Para além dos "gritos" que acompanharam a banda, não faltaram os famosos moches e rodopios que fazem vibrar a plateia e para quem está a cantar para eles!

Seguimos novamente para o Sunset onde o sol já ameaça por-se e os Ramp vão trazer o heavy e o trash metal, com um convidado especial, o ex-guitarrista do Megadeath, que também vão actuar hoje no Palco Principal do Rock in Rio Lisboa 2010.


19.55

Os More Than a Thousand, também conhecidos por MT1000 ou MTAT, são uma banda de Rock com traços de Emocore e Post-Hardcore. São oriundos de Setúbal, embora estejam actualmente sedeados em Londres. O núcleo da banda está junto desde o ano de 2001.

As suas explosivas actuações ao vivo, facilmente angariaram uma base da fãs bastante vasta no underground português. Mudaram-se para Londres em 2005 para estender a sua base de fãs e procurar novos horizontes.

Já participaram em grandes espectáculos musicais como a abertura para os 'Incubus', quando estes deram um concerto em Lisboa, no Pavilhão Atlântico. Em 2007 participaram no Festival Super Bock Super Rock, tendo já em anos anteriores participado em concertos com grandes bandas internacionais, entre eles os The Dillinger Escape Plan, Morbid Angel e Papa Roach, com os quais fizeram uma Tour britânica.

Hoje trouxeram um sol novo a um palco que, mesmo com uma audiência vestida de negro, brilhou uma vez mais para os seus ouvintes! E ainda nos surpreenderam com a participação do convidado especialíssimo Rui Veloso que não teve medo nenhum da guitarra e deu-lhe com toda a força!

Nós estamos a caminho do Palco Mundo para assistirmos à abertura do Palco Principal com os brasileiros Soulfly!


18.40

O primeiro concerto da tarde pertence aos Fingertips que no palco Sunset apresentaram a sua primeira gravação discográfica - Simple Words - com a nova vocalista Joana, que coloca na linha do horizonte o novo som melódico e intenso da Banda.

É uma música da dupla de compositores/produtores Rui Saraiva/Helder Matos e marca a chegada do letrista Virgílio Fino, um Londrino com raízes bem portuguesas. Joana tem uma voz doce e sensual com uma melodia ternurenta e faz diálogos permanentes com o piano.

Um solo de guitarra marcado por memórias de outras décadas corta ainda os refrões delicados, cinematográficos mas arrebatadores. É definitivamente para ouvir e voltar a ouvir vezes sem conta.

Não vamos sair do palco do por do sol, pois ainda antes de abrir o palco Mundo vamos poder assistir ao espectáculo dos More Than a Thousand. Fique connosco que já trazemos as novidades desta banda setubalense!


17.30

Depois de uma espera de mais de uma hora para entrar no recinto (as portas, contrariamente ao anunciado, só abriram às 17.10), a Cidade do Rock cobriu-se de negro.

Uma verdadeira multidão metaleira, vestida a rigor, com pessoas de todas as idades e gerações esperou horas para entrar neste Parque da Bela Vista. O Heavy Metal hoje vai reinar no maior festival de Música do Mundo.

A música pesada é a atracção do Palco Mundo de hoje, mas uma coisa é garantida: nestas bandas o espectáculo visual é alucinante e garantido!

Dentro de momentos voltaremos com uma das novidades do dia: o concerto dos Fingertips e a nova vocalista!


O 5º dia de Rock in Rio Lisboa 2010, depois de um dia dedicado à família com 88.000 pessoas a entrarem no recinto (quase lotação esgotada, pois a capacidade do recinto é 90.000 pessoas), vai ser dedicado a uma das tribos mais fiéis deste festival - os Heavy Metal.

Ramstein são os cabeças de cartaz, mas outros nomes sobressaem no cartaz. Primeiro temos a estreia da nova vocalista dos Fingertips (logo a abrir o Palco Sunset) e a finalizar temos DJ Jiggy a encerrar a Eletrónica. Amanhã abre com música portuguesa e fecha com DJ Português. Vai ser um dia de encerramente que se prevê negro, mas muito animado!

Como sempre, neste directo, destacamos uma actividade de uma das marcas presentes. Hoje escolhemos uma das mais populares e divertidas: o Peep Show da Control.

Sem revelarmos o que é ... desafiamos todos a espreitar!

Mais logo ... a partir das 16.00 ... espreitem também aqui o ... And This is Reality para saber tudo o que se passa neste dia de encerramento do maior festival de música do Mundo!

ROCK IN RIO 2010 EM DIRECTO - DIA 4


03.45

O maior DJ português tinha quinze anos quando começou a prestar mais atenção à música e a demonstrar maior interesse pelo que se vendia na loja de discos do pai, a primeira loja em Portugal a importar dos EUA máxi-singles de música de dança, área a que começou desde logo a prestar mais atenção.

Aos vinte anos começou a animar o ambiente em discotecas e não demorou muito até começar a actuar lado a lado com nomes de referência na área da dança como Paul Oakenfold, Tony Humphries, Roger Sanchez e Danny Tenaglia. No entanto, foi ao lado de um português, Rui Silva, que ganhou maior destaque quer a nível nacional, quer internacional. Em conjunto deram vida ao projecto Underground Sound of Lisbon, que no Verão de 1994 deu nas vistas um pouco por toda a parte com o hino "So Get Up", editado pela Tribal USA, de Rob di Stefano, tendo chegado a número 1 do Club Chart da revista "Billboard".

Daí em diante DJ Vibe viu uma série de portas de clubes internacionais começarem a abrir-se e hoje em dia conta no seu currículo com carimbos de clubes de todo o mundo, tais como o Ministry of Sound (Londres), Love Parade (Berlim), Pacha (Ibiza), Stereo (Montreal), Deep (Madrid), Vinyl (Nova Iorque), Release (São Francisco), tendo também já actuado no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Em 2002 foi a vez da MTV convidar DJ Vibe para se juntar ao cartaz do festival "Isle of MTV", que passou por Lisboa no dia 20 de Julho, trazendo ao nosso país os Morcheeba e os Gorillaz, entre outros artistas. Está em 45º lugar na lista dos 100 melhores dj's. Tem marcado ao longo dos anos uma presença importante e constante nos principais clubes da noite lisboeta desde a década de 80. Plateau, Alcântara-Mar, Kremlin e Lux são apenas alguns dos locais onde a sua batida fez da noite dos presentes uma das melhores noites de dança das suas vidas.

Hoje, na Electrónica pudemos assistir e dançar ao som deste mister do house que fez desta, uma das melhores noites que a Electrónica já teve! Amanhã o recinto da Cidade do Rock veste-se de negro para o dia “metal” e nós voltamos com o nosso directo para fechar mais uma edição do maior festival de música rock do Mundo!


02.15

Ali Shirazinia é mais comummente chamado Dubfire. Este iraniano-americano é um DJ e produtor de música que começou a sua carreira de Djying no duo Deep Dish, com o qual ganhou um Grammy!

Hoje faz música a solo e o house progressivo que tocava nos Deep Dish foi substituído pelo dark house e techno! Mas de negro a Electrónica não tinha nada (isso está guardado para amanhã) e a euforia na pista durou toda a performance deste DJ.

Depois da influência punk, groove, new wave e industrial, a noite vai terminar com o Rei do Djying português, Mr DJ Vibe vai começar!


01.05

De volta à Electrónica onde a dupla Audiofly consituída por Luca Saporito e Anthony Middleton levaram os menos dançarinos a coreografias eléctricas e estonteantes!

O seu talento deriva da combinação de um “deadly techno” com o “electronic house que está profundamente na moda da noite mais underground.

A este duo de sucesso segue-se o house vindo do oriente, pelas mãos de Dubfire. Vamos ouvir e já voltamos para contar como foi!

Até já!


23.45

Este DJ italiano nascido em Siena toma um primeiro contacto com o mundo da música através da dança e com a música electrónica em 1995, altura em que o techno explodiu nas pistas de dança!

Pouco depois de terminar a escola começa a sua carreira de Djying onde o seu estilo já está absolutamente definido: electro alemão e americano, house, soul, jazz e hip hop são as suas maiores influências. Estas trouxe-as hoje de uma forma renovada e dinâmica!

Os seus sets são para toda a gente e na Electrónica toda a gente dançou ao seu estilo! A noite já terminou no Palco Principal da Cidade do Rock, mas está agora a começar na Electrónica. Vamos continuar neste "domus" de luxo até às 4h00 ao som de Audiofly, Dubfire e o nosso DJ Vibe!


23.20

Miley Cyrus entrou em palco e surpreendeu pelo espectáculo que deu. Quem estava à espera de um espectáculo com muito estilo Disney à mistura, encontrou uma jovem cantora, profissional, incansável, com bailarinos, videos e coreografias arrojadas.

Êxitos estiveram presentes, canções novas também (do próximo álbum que sai só este mês de Junho), mas tudo num tom e ritmo quase metaleiro. Solos de Guitarra, voz rouca ou busão de cabedal foram elementos presentes neste concerto de uma Miley Cyrus rebelde e radical. O Show Business americano no seu melhor surpreendeu tudo e todos!

Uma das canções que marcou (mais pelos pais do que pelos filhos) a actuação foi um cover da "I Love Rock'n Roll".

Foi uma surpresa para miúdos e graúdos, que desfez imagens feitas e clichés!

Já a seguir continuamos com a Electrónica e com Mr Davide Squillace.


22.15

A Electrónica já abriu e com um dos mais veteranos DJs portugueses - To Ricciardi.

Ainda com a tenda a meio gás, o DJ português, mestre da electronic/house portuguesa, foi aquecendo o ambiente e terminou já com a pista de dança bem ritmada e com bastante gente.

Foi o inicio de uma noite na Electrónica que promete. Ainda com os fãs de Miley Cyrus a cantarem os êxitos da famosa teenager estrela mundial, Davide Squillace subiu aos comandos da cabine da Electrónica ... mas a seguir vem o concerto da Noite aqui para o ... And This is Reality.

Hannah Montana vai marcar o ritmo aqui no único blogue em directo do maior festival de música do mundo.


21.40

McFly é uma banda britânica de pop rock que alcançou a fama em 2004. A banda, formada em Londres, tem como membros Tom Fletcher, Danny Jones, Dougie Poynter e Harry Judd.

O álbum de estreia dos McFly, "Room on the 3rd Floor", estreou em primeiro lugar nos UK Albums Chart e recebeu o disco de platina duplo. Depois disso, eles tornaram-se a banda mais jovem a ter um álbum de estreia em primeiro lugar no Reino Unido - um título que anteriormente pertencia aos Beatles.

Estes jovens ingleses puseram famílias inteiras a dançar e a cantar ao seu som, de forma efusiva e cheia de garra! A sua estreia em Portugal e no Rock in Rio Lisboa 2010 não podia ter sido melhor, até porque já de seguida vamos abrir a Electrónica com Tó Ricciardi e voltamos depois ao Palco Mundo para fechar este 4º dia do melhor rock com a cabeça de cartaz Miley Cyrus! Até já.


21.15

A encerrar o espaço que termina ao cair do sol e levantar da noite e funde estilos tão diversos como o hip-hop, o fado, o reggae, pop, rock e soul, actuou a dupla Luís Represas e Martinho da Vila.

Luís já esteve no palco Mundo com a actuação dos Trovante e agora junta-se a este cantor brasileiro de música popular e samba, no palco Sunset para terminar este 4º dia de Rock in Rio Lisboa 2010. Esta mistura bem alegre e divertida foi sem dúvida mais um dos grandes encontros inesperados a que assistimos neste palco ao longo de todo o evento!

Voltamos ao Palco Mundo para ouvir os britânicos McFly, que, tal como a maioria das bandas de hoje, são participantes activos em vários projectos de caridade.


20.05

Amy McDonal entrou no palco e de viola sempre em punho foi entusiasmando a assitência que aderiu ao ritmo desta cantora escocesa.

Mr Rock & Roll, Poison Prince ou o mais recente Spark foram músicas que ecoaram do Palco Mundo. Este fim de tarde caloroso na Cidade do Rock está a prepara um a grande noite de música mais Pop.

Quem se segue é Luis Represas em dueto com Martinho da Vila no encerramento do palco Sunset (concerto que neste momento já começou). Seguramente esta actuação é mais dedicada aos pais que povoam este recinto hoje!

Nós estaremos lá para trazer todas as novidades para cá!

Até já!


19.25

A voz melodiosa e as letras suaves que nos transmitem a frescura de um lençol acabado de lavar num dia de verão desta paulistana, deixaram-nos emocionados e envolvidos no encanto de Tiê.

Tiago Bettencourt abriu as hostes e partilhou um palco que hoje foi romântico e ainda mais minimalista... Tivesse já caído a noite e a audiência tinha iluminado o Sunset com as milhares de luzinhas e/ou isqueiros que estão por aqui.

Amy MacDonald já pegou na sua guitarra e promete aquecer o recinto que já começa a ressentir-se do cair da tarde!


18.40

O "caminho a seguir" foi a abertura explosiva que os meninos nascidos nos Morangos com Açucar proporcionaram aos milhares de visitantes que já se encontram no Parque da Bela Vista!

A forma de ser e estar desta banca masculina portuguesa agradou às famílias que vieram ouvir os seus melhores temas e dançar juntamente com eles! No final a homenagem à Associação Nariz Vermelho sensibilizou miúdos e graúdos que acompanharam com palmas e cantar!

"Para nós tanto nos faz" que este concerto já tenha acabado porque afinal de contas esta noite de rock ainda agora começou! No Sunset Tiago Bettencourt e Mantha, a nova banda que o vocalista dos Toranja criou quando este projecto terminou, juntam-se a Tiê, para mais um momento intimista e de partilha ao pôr do sol!


17.40

Lúcia Moniz juntou-se a Mr Lizard e em conjunto abriram o palco Sunset do dia mais jovem desta edição de Rock in Rio Lisboa 2010.

A madrinha das 7 maravilhas naturais de Portugal e Anthony John, o guitarrista da banda que é inglês mas está a viver em Portugal desde 2003, uniram-se num concerto marcado por ritmos simples, directos e fortes!

Ambas as sonoridades são abrasivas mas estimulante; a reacção do público foi inevitável: sorrir, bater palmas e dançar! Seguimos para o Palco Principal da Cidade do Rock onde já se ouvem os primeiros gritos dos milhares de fãs que aguardam ansiosos pelos D'ZRT!


16.30

Já em Directo da Cidade do Rock, hoje temos um dia em que a média de idades baixou consideravelmente.

Crianças de todas as idades estão a invadir o recinto. Graças a nomes como os portugueses D'Zrt, Amy Mc Donald ou McFly, hoje é um dia dedicado às crianças. Mas o nome que todos aguardam está à cabeça do cartaz do Palco Mundo - Miley Cyrus.

A americana, estrela da poderosa série da Disney, cujo personagem Hannah Montana faz as delícias dos miúdos e adolescentes de todo o mundo, fez com este Sábado fosse a antecipação do Dia da Criança (que se comemora no próximo dia 1 de Junho).

Mas já a seguir a senhora que se segue é bem portuguesa: Lúcia Moniz.


E depois de um dia de folga, cá estamos nós no quarto e penúltimo dia do Rock in Rio Lisboa 2010 com o nosso Directo em exclusivo para os nossos leitores e para a blogosfera nacional.

Neste Sábado, pode-se dizer, que o programa é dedicado à família e aos mais novos. Como é do conhecimento de todos, a grande estrela do dia vai ser Miley Cyrus ... ou Hannah Montana, como é conhecida dos mais pequenos.

Mas nomes como Luis Represas (que ainda há uma semana pisou o Palco Mundo com os Trovante, tal como aqui acompanhámos em Directo), Lucia Moniz, Tó Ricciardi ou o famoso e muito popular DJ Vibe são também nomes sonantes deste Sábado de Rock in Rio.

No Parque da Bela Vista, as atracções são muitas, mas algumas vão fazer as delícias dos visitantes de hoje. Uma das que se prevê que tenha mais adesão hoje (tal como nos dias anteriores) é o simulador de Surf da Colgate (na foto). Popular, divertido e muito Children Safe, este stand tem sido uma surpresa para quem por lá passa. Hoje prevemos uma verdadeira enchente!

Faltam já poucas horas para que este quarto dia de Directo, volte a marcar o ritmo aqui no ... And This is Reality.

Às 16.00h voltamos já em Directo da Cidade do Rock ... volte também!

ESTORIL FASHIONART FESTIVAL


Ainda estamos a meio do Rock in Rio Lisboa 2010 em Directo e já outro grande evento nos entra no alinhamento editorial: o Estoril FashionArt Festival.

Este festival que une a Moda e a Arte é o terceiro evento anual organizado pela ModaLisboa. Quando a ModaLisboa anunciou que ía voltar à capital, anunciou também que iria ter um novo evento desenhado especificamente para a zona do Estoril e Cascais.

Pois menos de um ano depois desse anuncio, cá está a primeira edição deste novo festival de referência de nível internacional. Exposições, sessões de cinema documental, animações urbanas e desfiles vão animar durante 5 dias a zona do Estoril e Cascais.


Neste momento já foram desvendados alguns segredos da programação que prenunciam um evento em grande.

O primeiro aspecto inovador deste Estoril FashionArt Festival é ter um País convidado a cada edição. Nesta primeira edição que vai decorrer de 30 de Junho a 4 de Julho, nuestros hermanos são os escolhidos.

Espanha, na sua potência fashionista mundial e na sua irreverência artistica vai fundir-se com amoda e a arte nacional, criando novos conceitos e novas formas de ver o estilo e a criatividade ibéricas.


O primeiro elemento de destaque é a exposição "Hombres en Faldas". Esta exposição inicia assim o seu percurso internacional depois das mostras de Madrid, Valência e Sevilha.

Através de uma instalação que integra 110 manequins de saias será percorrido o caminho de uma das mais controversas peças de vestuário para homem, desde a sua presença nas antigas civilizações egípcia e suméria, grega e romana, até às mais recentes propostas com que os criadores de moda procuram revolucionar o guarda roupa masculino.

O conceito discursivo proposto pelo curador Roger Salas integra no tempo e no espaço os diferentes registos da saia masculina, que ganha protagonismo como adereço cénico nas performances dos bailarinos Rudolf Nureyev, Nacho Duato e Joaquín Cortés; como símbolo de identidade cultural com o kilt escocês ou o traje típico dos derviches turcos, e com a constante abordagem conceptual do design de moda.


Sinalizando a sua primeira passagem por Portugal, esta colecção receberá ainda as propostas de Ana Salazar, Dino Alves, Nuno Baltazar Filipe Faísca e Ricardo Dourado (estes dois últimos na primeira e segunda fotos, respectivamente - créditos Pedro Ferreira) que a partir de agora estarão lado a lado com as peças das conceituadas casas Missoni, Giorgio Armani, Roberto Verino e Vittorio & Lucchino.

Outro dos elementos significativos, que já foram revelados é a exposição "BoomShirt". Com um conceito inovador, esta exposição de produção original da organização do festival, tem como missão olhar para uma camisa branca de algodão como o lugar de estreia de tudo o que está ainda por acontecer.

Cada uma das camisas braqncas vai viajar até três diferentes moradas ao encontro de três diferentes pessoas e de três irrepetíveis olhares sobre o mundo em geral e sobre uma camisa em particular. Juntos formam um movimento de intercâmbio criativo — a que chamámos BoomShirt — e que resultará em 50 peças inatacáveis.


Cada uma das 50 Boomshirts foi enviada por correio para um dos 50 nomes seleccionados pelo Estoril FashionArt Festival. A acompanhá-la seguiram apenas três instruções: Pensar, Intervir e Enviar. Um ciclo que se repetirá em três intervenções estéticas por camisa, num vai e vem que envolverá 150 participantes.

O resultado de tantas voltas na máquina criativa do movimento Boomshirt estará exposto no estendal do Estoril FashionArt Festival — Largo Luís de Camões — de 4 a 11 de Julho

A promessa de um Festival inovador e de vanguarda está no ar ...

Rock in Rio Lisboa 2010 em grande; Sensation White Lisboa 2010 com uma excelente promessa e Estoril FashionArt Festival ... deste aqui até ao inicio do mês de Julho, o estilo nacional não vai ter tréguas!

ROCK IN RIO 2010 EM DIRECTO - DIA 3


3.05

Digweed fecha este fabuloso dia na Cidade do Rock com o melhor do house britânico! Ao contrário de Borato, Digweed é um DJ de misturas mais pesadas roçando por vezes no metal! A Electrónica esteve de arrasar e neste momento a mair preocupação não é o frio que a noite trouxe, mas como vai ser levantar amanhã para ir trabalhar!

Em todo o caso este dia vale bem a pena menos horas de sono que cerca de 83.000 pessoas vão ter! Nós voltamos no próximo sábado pelas 16h00, que promete ser também um dia de enchente com os McFly e Miley Cirus no Palco Mundo, DJ Vibe e Dubfire na Electrónica e Luís Represas com Martinho da Vila para um pôr do sol inesquecível no Sunset!

Volte connosco à Cidade do Rock, em directo do Parque da Bela Vista! Até lá.


02.25

O ritmo esteve ao encargo de Gui Borato, um arquitecto, músico, compositor e produtor de São Paulo, Brasil. Nascido em 1974, iniciou sua carreira na publicidade, mas em 1994 fundou um dos primeiros projectos de música eletrónica nacional.

As suas músicas, são feita de forma limpa e enxuta, pelo que é considerado um artista de minimal-techno. E ainda, devido a carregadas melodias, é muitas vezes considerado como “emo-techno”, ou seja, um techno mais emotivo.

Gui Boratto não é apenas um DJ, mas um músico e produtor. A Electrónica esteve sem espaço para uma mosca e à sua volta a multidão ocupa o espaço livre para poder dançar ao seu som! A noite vai seguir com Digweed, após o qual se encerra este 3º dia de Rock in Rio Lisboa 2010!


01:35

Os MUSE foram sem dúvida o ponto alto deste Rock in Rio Lisboa 2010!

83.000 pessoas no recinto, um palco com ecrãs especiais (alveolares conjugados), lazers, Luzes especiais ... tudo se conjugou para um grande concerto!

As musicas sucederam-se, o público agradeceu, pulou, cantou e vibrou com esta banda britânica que sempre que tem vindo a Portugal arrasa. O espectáculo completo contou com os seus grandes êxitos e durou exactamente uma hora!

Foi a maior enchente do Rock in Rio Lisboa 2010 e com razão: quem veio não se arrependeu pois assistiu a um concerto difícil de bater.Muse, chegaram, cantaram e conquistaram o Rock in Rio Lisboa 2010!

Agora ficamos com a Electrónica e o sr que já comanda o ritmo chama-se Gui Borato. mas para encerrar ainda temos Mr John Digweed, mestre do Progressive House Britânico.

A noite ainda reserva excelente actuações, não admira que seja a de maior enchente desta edição.

Já voltamos ... voltem também!


00.45

Enquanto os Muse enchiam de música o anfiteatro do Palco Mundo, a dupla de DJs brasileiros João Miguel e Luciano Oliveira, mais conhecida por The Twelves, fazia abanar a Electrónica.

Conhecidos pela sua remixagem da canção ”Boyz” dos M.I.A., estes DJs cariocas deram ritmo, aceleraram corpos e encheram de bom som os muitos que estavam na Electrónica.

Ainda os Muse estavam a arrasar no Palco Mundo, e o palco de dança deste Rock in Rio Lisboa 2010 não parava de dançar ao ritmo das remixagens exemplares que estes brasileiros fizeram.

Já de seguida, aqui no blogue ... os muito aguardados ... e como disse Gary Lightbody (vocalista dos Snow Patrol) "The Best Rock Band in The World" ... os MUSE!

Um must read!


23.45

O Miguel Quintão não sabe se sabe dançar, mas pelo menos sabe por boa música! Este DJ e apresentador de rádio na Antena 3, faz parte do júri do concurso "Achas Que Sabes Dançar" da SIC, e veio à Electrónica por toda a gente a dançar!

Quintão é DJ residente do Music Box e forma, com Zé Pedro (dos Xutos & Pontapés), perfaz a dupla de DJ Zig Zag Warriors.

A sua música quase hipnótica fez o verdadeiro "barulho das luzes", aquecendo os mais friorentos para os Reis do Rock e da noite de hoje, os Muse! Vamos vê-los e cantá-los, e voltamos já...


23.15

Ao longo de todo o concerto dos Snow Patrol, os presentes não se pouparam a aplausos e ovações, especialmente quando Rita Redshoes entrou em palco para partilhar a música Set the Fire to The Third Bar!

Just say yes iluminou o recinto com as já acima de 60.000 luzinhas de LED que têm vindo a ser distribuidas pelos vários stands patrocinadores. E o grande sucesso Chasing Cars que esteve no top britânico por 91 semanas e entrou na banda sonora da série americana Anatomia de Grey.

Esta simpática e calorosa banda ainda teve a cordialidade de dar as boas vindas aos Muse, dizendo alto e bom som "the best rock band in the world". Mas antes da cabeça de cartaz desta grande noite de música, vamos voltar à tenda Electrónica onde Miguel Quintão se prepara para ver ser os visitantes da tenda Electrónica "sabem dançar"!

Voltamos já com as novidades da tenda Electrónica para depois chegarmos ao limite da boa música com os Muse! Até já.


22.25

Tha Bloody Bastards feat Mad Mac e Nuno Lopes são um dos mais auspiciosos novos projectos djying em Portugal que se tem vindo a consolidar pelas efectivas mais-valias das suas actuações. Hoje não foi excepção e a batida com que se abriu a Electrónica confirmou o ascendente sucesso desta dupla de DJ’s.

Nuno Lopes e Mad Mac duas estrelas mediáticas portuguesas (um actor de televisão, e outro estrela da mais recente campanha da Nike - Defende as Tuas Cores) abriram em grande a Electrónica com Portugal como estilo!

Um house ritmado e pronto para animar mais uma noite de boa música vai dar lugar a uma das bandas de mais sucesso da actualidade.

Os Snow Patrol já afinam no Palco Mundo e nós não vamos perder um segundo destes irlandeses!


21.35

Um Jorge Palma no seu melhor, com um excelente entendimento com Zeca Baleiro, entrou em palco com um Frágil bem conseguido e a audiência que enchia o Sunset correspondeu em força!

Muitos notáveis assistiam a este concerto que foi um excelente encerramento deste terceiro dia do Palco Sunset. Jorge Palma cantou, tocou piano, numa música tocou percussões e encantou o grand epúblico que aplaudia a cada música que passava!

Os seus maiores sucessos passaram por este concerto, mas a surpresa maior ficou para o encore: Jorge Palma entra de novo em palco, senta-se ao piano, zeca baleiro, de guitarra pronta, dirige-se à frente de palco e começam a tocar os acordes de Frágil e eis que entra Rui Veloso, João Gil e Lucia Moniz para partilhar esta música num final apoteótico.

Muito bom este final, que deixou os fãs, espectadores, ou meros passantes bem entusiasmados.

Um ton nada Frágil foi o que se viu e ouviu no final deste Palco Sunset de hoje!


21.30

A carga estava pronta e metida nos contentores para mais um concerto inesquecível da melhor banda portuguesa: os Xutos e Pontapés!

O alinhamento do concerto contou com alguns dos temas mais conhecidos e mais cantados pelos fãs como Chuva Dissolvente, Ai Se Ele Cai, Circo de Feras, o Homem do Leme e na despedida Por Ti Maria com “as saudades que eu já tinha da minha alegre casinha...”

A noite já está fria, mas no Parque da Bela Vista ninguém parece dar conta. Para além de estarem já mais de 60.000 pessoas no recinto, as bandas deste 3º dia estão a torná-lo bem mais quente e memorável.

O sol já se pôs no Sunset, onde Jorge Palma trouxe convidados especiais para o acompanhar em Frágil! Vamos ver como correu o fecho deste palco no primeiro dos últimos 3 dias de Rock, para de seguida corrermos à Tenda Electrónica onde Tha Bloody Bastards feat Mad Mac & Nuno lopes começam as primeiras batidas da noite do House.


20.00

Os Expensive Soul entraram em Palco, com a meia hora de atraso com que já está este palco, mas tiveram um publico bem composto e entusiasta à espera.

A surpresa da tarde foi o facto de dedicaram o seu concerto à Roberta Medina (que está em casa, por um acidente que teve num evento prévio ao Rock in Rio). Entusiasmaram a multidão do público que esgotava o espaço do Palco Sunset, cantaram os seus maiores êxitos e prolongaram o seu concerto para além do que estava previsto.

Os Expensive Soul deram um concerto em grande provando que o Palco Sunset é um palco cada vez mais essencial neste que é o maior festival de música do mundo!

No Palco Mundo, os Chutos e Pontapés prometem arrazar dentro de pouco tempo. Já de seguida entra Jorge Palma em dueto com Zeca Baleiro ... e mais algumas surpresas ... mas essas chegam aqui dentro de momentos.

Até cá!


19.50

Os Fonzie entraram a abrir no Palco Mundo com um concerto que levantou muito, mas muito pó na Cidade do Rock. Esta banda portuguesa que já foi várias vezes nomeada para os MTV Music Awards e que percorre o Mundo em digressão, veio substituir os Sum 41 e o resultado foi excelente!

Ainda com sol, mas já com o fresco da noite a levantar, os milhares de visitantes que já se encontram no recinto vibraram a cada acorde da guitarra de David Maia e Hugo Marques, a cada batida de João Marques e com o baixo de Carlos Teixeira!

Os Fonzie transmitem imensa energia positiva, não fossem eles uma das bandas que criou uma música de apoio à selecção portuguesa para o Mundial de 2010!

Está a terminar no palco onde o Sol já ameaça pôr-se, a performance dos Expensive Soul em conjunto com Bluey/Incognito+Omar. Vamos voltar ao Sunset para daqui a pouco dar-mos uns "Xutos e Pontapés" no Palco Principal deste Rock in Rio Lisboa 2010.


18.15

Os Nusoulfamily, com cerca de 20 minutos de atraso, abriram este novo fim-de-semana do Rock in Rio Lisboa com energia e muito ritmo.

Virgul (dos Da Weasel), Dino (dos Dino & the Soulmotion e dos Expensive Soul), B@ssman (Puzzle e Bambs Cooper) e DJ Alan Gul (produtor dos Bambs Cooper) foram quem começou com ritmo este dia 3 do maior festival de Rock do Mundo.

Ritmos, misturas e muito estilo, em Português voltam a animar o Palco Sunset, transformando-o, inquestionavelmente, num dos palcos essenciais, do ponto de vista musical, deste festival de música.

Foi um espectáculo que foi enchendo o auditório do Sunset, e que começou com a animação musical deste dia.

Com o público já preparado, entram dentro de momentos os Expensive Soul & Bluey em dueto com os Incognito e Omar. Uma surpresa está preparada!


16.30

E já começou a segunda parte do nosso Rock in Rio Lisboa 2010 em Directo.

Com um dia de Sol, o Rock in Rio volta hoje a transformar Lisboa na Capital Mundial do Rock. Prevendo-se uma das maiores enchentes desta edição, o dia de hoje é um dos que tem um cartaz mais forte.

Nomes como Jorge Palma, Chutos e Pontapés (que têm estado presentes em todas as edições do Rock in Rio Lisboa), os portugueses Fonzie (que substituiram os Sum 41, por acidente do baterista que partiu um braço, dando origem ao cancelamento da digressão da banda), os Snow Patrol e os Muse, fazem deste dia um sucesso!

A enchente já se nota logo nesta primeira hora!

Já a seguir entram em palco os Nusoulfamily em dueto com os McKnight, que abrem este dia movimentado no Palco Sunset.

E nós voltamos já com as imagens deste primeiro concerto. Voltamos dentro de momentos ...


Hoje vamos voltar à Cidade do Rock para o primeiro de mais 3 dias que prometem ser inesquecíveis tendo em conta o excelente cartaz! Esta segunda parte do Rock In Rio Lisboa 2010 arranca para a sua conclusão com Muse, Snow Patrol, Sum 41 e Xutos e Pontapés.

No dia seguinte, dedicado ao público mais jovem, estarão Miley Cyrus, Amy Macdonald e D'Zrt. A fechar a edição deste ano, mais uma noite dedicada ao metal: Rammstein, Megadeth, Motorhead e os Soulfly.

Uma das surpresas para esta primeira grande noite de música é o convite que os Snow Patrol fizeram à nossa Rita Red Shoes. Os norte-americanos solicitaram a presença da cantora portuguesa para interpretar o tema "Set The Fire To The Third Bar", no palco Mundo, dia 27. A canção - originalmente gravada com Martha Wainwright - está presente no álbum Eyes Open , de 2006, e no mais recente Best Of: Up To Now , uma compilação de alguns dos maiores sucessos da banda, como "Spitting Games" e "Chasing Cars".

Esta é a primeira actuação dos Snow Patrol no nosso país e é um orgulho para nós o convite à cantora portuguesa!

As novidades vão continuar também a surpreender os visitantes do recinto no Palco Sunset e na Tenda Electrónica, que também iremos acompanhar em directo do ... And This is Reality, para que os nossos leitores não percam o maior evento musical do ano.

Para além da música, o Parque da Bela Vista encheu-se de várias actividades de lazer, entre as quais a glamourosa roda gigante para a qual vale a pena esperar os 10 minutos previstos de fila!

Os primeiros dois dias tiveram uma afluência de 122 mil pessoas! Vamos ver o que este fim de semana da melhor música nos reserva. Fique connosco. Voltamos às 16.00h já em directo da Cidade do Rock para lhe mostrar o ambiente em que se inícia este segundo round de música!